Kindness: “Cry Everything” (Feat. Robyn)


Cinco anos se passaram desde Adam Bainbridge revelou ao público o excelente Otherness (2014), último trabalho de inéditas como Kindness, . Repleto de participações especiais, vide músicas assinadas em parceria com Jessie Ware e Kelela, o registro acabou abrindo as portas para que a produtora* colaborasse como diferentes nomes da cena alternativa. De Blood Orange, em Freetown Sound (2016), passando por Solange, no delicado A Seat at the Table (2016), ao ainda recente Honey (2017), de Robyn, sobram parcerias e encontros musicais bem-sucedidos.

Foi justamente ao lado da artista sueca que Bainbridge decidiu regressar com a inédita Cry Everything. Em produção desde 2014, durante o primeiro encontro da dupla para as gravações do single Who Do You Love?, a canção nasce como uma delicada reflexão sobre o amor próprio. Para a produção da faixa, Kindness revisitou o clássico Pretending To Care, música lançada pelo veterano Todd Rundgren em 1985. O resultado está na entrega de uma faixa marcada pelo aspecto sensível dos versos, proposta naturalmente íntima do material entregue nas composições de Honey.


Kindness – Cry Everything (Feat. Robyn)


[*] Este artista se define como não binário ou neutro. Pela ausência de uma norma específica na Língua Portuguesa, adotamos pronomes femininos como uma estrutura padrão menos opressiva.