Kumi Takahara: “Tide”


De formação erudita, porém, longe de se manter presa aos clássicos, a musicista japonesa Kumi Takahara anuncia para o mês de fevereiro a chegada do primeiro álbum em carreira solo: See-Through (2021). Com lançamento previsto para o mês de fevereiro e distribuição pelo selo Flau, o registro deve explorar diferentes abordagens criativas e experimentações testadas pela artista residente em Tóquio ao longo dos últimos anos. São canções produzidas dentro de um estúdio caseiro montado no banheiro da própria artista, estimulo para o material entregue na recém-lançada Tide.

Com violino, viola, violoncelo, baixo, piano e vozes assinadas por Takahara, a faixa de mais de seis minutos ganha forma em uma medida própria de tempo. São incontáveis camadas instrumentais que parecem envolver o ouvinte lentamente, como um universo de pequenos detalhes que surgem e desaparecem durante toda a execução do material. Instantes em que a artista japonesa antecipa uma série de conceitos que serão apresentados em See-Through, porém, estreita a relação com outros nomes do pop orquestral, como Mary Lattimore, Julianna Barwick e Sigur Rós. Ouça:


See-Through

01 Artegio
02 Ditty
03 Nostalgia
04 Roll
05 Chime
06 Kai-kou
07 Chant
08 Sea
09 Tide
10 Log

See-Through (2021) será lançado em 24/2 via Flau. 


Kumi Takahara – Tide

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.