Låpsley: “Painter (Valentine)”

Låpsey

.

Låpsley parece reforçar cada vez mais a atmosfera melancólica em torno da própria obra. Depois de ser apresentada oficialmente com a música Station, há algumas semanas, a produtora/cantora britânica volta a surpreender com o lançamento de mais uma amarga composição. Intitulada Painter (Valentine), a canção é uma exata continuação de tudo o que a artista vem experimentando, exercício que aos poucos deixa o enclausuramento para tocar (de leve) a grandeza das formas.

Pontuada por elementos do R&B e da eletrônica, a canção ruma de forma inteligente para a década de 1990. Todavia, é preciso observar que mesmo o teor nostálgico da canção não consegue abafar a explícita relação com o presente. Mais uma vez íntima da sonoridade imposta por James Blake, Låpsley passeia pela música colecionando diferentes emanações vocais, exercício seguido de forma inteligente em toda a construção da música.

.


Låpsley – Painter (valentine)