Luana Carvalho: “Selfie”


Consumida pelos próprios sentimentos, Luana Carvalho transformou a ausência dos pais, o futebolista Édson Cegonha (1943-2015) e a sambista Beth Carvalho (1946-2019), na base para o delicado Baile de Máscara (2020). São cinco composições em que passeia em meio a memórias carnavalescas, sempre acompanhada pelo multi-instrumentista e produtor Kassin (Los Hermanos, Clarice Falcão). Poucos meses após o lançamento do trabalho, a cantora anuncia a chegada de Segue o Baile (2020), com três músicas autorais, uma parceria com Andreia Horta, e sete versões de funks dos anos 1990.

Para o anúncio do álbum, Carvalho deu vida à política Selfie. Acompanhada de Pedro Sá (violão), Dedê Silva (bateria, percussão), do próprio Kassin (baixo, programação) e de um time seleto de vozes composto por Letícia Pedrosa, Murilo Santos, Erika Anjos, Junior Tavares e Suzana Santana, a cantora discute a hipocrisia da classe média e a falsa desconstrução estimulada pelas redes sociais. “Sobe favela aprova projeto / Curte um cunho social / Mas dois beijinhos só na galera / Nos porteiros nem a pau“, ataca em meio a batidas e vozes sobrepostas que encolhem e crescem a todo instante.

Segue o Baile (2020) será lançado em 19/12.



Luana Carvalho – Selfie