Lucy Dacus: “My Mother And I”


Responsável por dois dos trabalhos mais sensíveis lançados no último ano, o autoral Historian (2018) e a parceria com Julien Baker e Phoebe Bridgers, no delicado Boygenius — 38º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Internacionais de 2018 —, Lucy Dacus deve passar os próximos meses revelando ao público uma série de composições inéditas. O objetivo da cantora e compositora norte-americana é buscar inspiração em algumas das datas mais significativas do ano, vide a interpretação para La Vie En Rose, de Édith Piaf, entregue ao público no último dia dos namorados.

Com a chegada do Dia das Mães e o sol na casa de Touro, apontando para o signo da cantora, Dacus aproveitou para revelar a inédita My Mother And I. Trata-se de uma delicada reflexão sobre a relação entre a musicista norte-americana e a própria mãe. Versos que partem de inquietações particulares para dialogar com o ouvinte. “Minha mãe odeia seu corpo / Nós compartilhamos o mesmo esboço / Ela jura que ela ama o meu“, canta enquanto melodias tímidas se espalham sem pressa, lembrando parte da atmosfera incorporada durante o lançamento do último álbum da cantora.


Lucy Dacus – My Mother And I

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.