Lupe de Lupe: “Terra” (VÍDEO)

 

Lentamente, a melancolia invade os versos de Terra. “Quase sofri, mas não, te vi / Tudo está em paz, Deus, Terra, meu Pai / Me mostra o que não consegui viver / Tudo está em paz … Quantas vezes vou ter de voltar / E negar esse mar / Minha pele, essa terra / Acordei“, canta Gustavo Scholz enquanto guitarras carregadas de efeito se espalham sem pressa, adornando os versos da canção que vai da negação da própria identidade à morte e libertação em poucos minutos.

Misto de continuação e fuga, a canção adapta parte da essência de obras como Sal Grosso (2012) e Distância (2013), rompendo sutilmente com o material entregue durante o lançamento do último álbum de inéditas da banda mineira, Quarup – 7º colocado na nossa lista dos 50 Melhores Discos Nacionais de 2014. Terra, assim como o material apresentado há poucas semanas em O Brasil Quer Mais, estará no novo disco de inéditas da Lupe de Lupe, Vocação (2018).

Vocação (2018) será lançado em setembro via Balaclava Records / Geração Perdida.

 

Lupe de Lupe – Terra