Lydia Ainsworth: “Sparkles & Debris”


Entre harmonias de vozes que fazem lembrar de Kate Bush e batidas que apontam para o mesmo R&B de Christine and The Queens, Lydia Ainsworth apresenta ao público a faixa-título do quarto álbum de estúdio da carreira, Sparkles & Debris (2021). São pouco mais de três minutos em que a artista canadense concentra o que há de melhor nos próprios trabalhos. Um misto de passado e presente que potencializa criativamente tudo aquilo que foi apresentado no lançamento anterior, Parede, música que reflete a capacidade da artista em explorar os próprios sentimentos na construção dos versos.

Com formação acadêmica em música, Ainsworth passou grande parte da última década se revezando em uma série de registros marcados pela delicadeza dos arranjos, melodias e vozes. Exemplo disso pode ser percebido logo no primeiro trabalho de estúdio, Right from Real (2013), de onde vieram preciosidades como Take Your Face Off e Malachite. Entretanto, o destaque acaba ficando por conta do disco seguinte, Darling of the Afterglow (2017), álbum em que flerta com o pop e casa de faixas como The Road e Into The Blue. O último disco de Ainsworth é o bom Phantom Forest (2019).

Sparkles & Debris (2021) será lançado em 21/5 via Zombie Cat Records.


Lydia Ainsworth – Sparkles & Debris

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.