Marcos Valle: “Alma”


Nove anos após o lançamento do último álbum de estúdio da carreira, o bom Estática (2010), Marcos Valle anuncia para as próximas semanas a chegada de um novo registro de inéditas. Intitulado Sempre (2019), o trabalho traz de volta a essência dos principais trabalhos concebidos pelo músico entre o final da década de 1970 e início dos anos 1980. Um misto de jazz, soul, samba e funk, estrutura que se revela ao público nos quase sete minutos da recém-lançada Alma, primeiro fragmento do disco que conta com produção de Daniel Maunick a ser apresentado ao público.

Com participação de Alex Malheiros (baixo), Paulinho Guitarra (guitarra), Armando Marçal (percussão), Daniel Maunick (programação e teclados), além, claro, da voz e teclado do próprio Valle, a canção se espalha aos poucos, sem pressa, detalhando os encontros e desencontros de um casal. “Não acreditei quando te encontrei / Você foi chegando, você foi se aproximando / Tanto pra falar, desde aquele bar / Eu sei, tanto“, canta enquanto a linha de baixo tinge com nostalgia a base da canção, indicando parte da atmosfera concebida pelo artista para as músicas de Sempre.


Marcos Valle – Alma