Mauricio Avila: “Spiral”

.

Já faz algum tempo desde que Mauricio Avila apresentou ao público suas últimas composições. Para ser mais exato, um ano desde o lançamento de faixas como Blissful Attraction e um tempo ainda maior para canções como Glass e Swell. Entretanto, toda a espera do produtor vale à pena quando voltamos os ouvidos para a recém-lançada Spiral, mais recente composição do artista original do município de Franca, interior de São Paulo.

Com três atos bem-definidos, a composição de quase sete minutos passeia por um mundo de nuances, pequenos fragmentos de vozes e batidas essencialmente tropicais. Uma ponte curiosa para o mesmo som produzido por veteranos como Lone, Lindstrøm e Four Tet – vide o cuidado com os vocais, similares ao trabalho em There Is Love In You (2010) -, mas que em nenhum momento se distancia da identidade conquistado por Avila desde o lançamento das primeiras canções.

.

Mauricio Avila – Spiral