Meg Myers: “Desire”

Meg Myers

.

A década de 1990 parece fluir como base para o trabalho de Meg Myers. Visivelmente influenciada pelo trabalho de Fiona Apple, PJ Harvey e até de veteranas além do mesmo período, caso de Patti Smith, a cantora norte-americana faz de cada nova faixa um misto de passado e presente, efeito que sustenta com beleza o trabalho da artista na recém-lançada Desire. Melancólia, densa e crescente, a faixa articula dos vocais de Myers como um princípio para os mais de quatro minutos que a composição usa para se expandir. Acompanhada por uma instrumentação bem resolvida em estúdio – incluindo um solo poderoso de guitarra e pianos em esforço orquestral -, a faixa parece fluir em um meio termo constante entre o pop e o rock alternativo da época em que se inspira, sendo um salto em relação ao EP de 2011 que apresentou a jovem cantora.

.


Meg Myers – Desire