Metronomy: “The Upsetter”

.

A busca por um conceito diferente a cada novo trabalho em estúdio parece guiar com sabedoria a proposta do Metronomy. Fugindo da solução redundante que parecia anunciada no primeiro álbum da banda, Pip Paine (Pay the £5000 You Owe), de 2006, a preferência por arranjos minimalistas e vocalizações melódicas parece ter dado um salto desde a chegada de The English Riviera (2011), álbum que encontra no recém-lançado Love Letters (2014, Because Music) não apenas uma continuação, mas um recheio para o conjunto de experiências controladas que abasteceram as anteriores criações do grupo.

Menos econômico, mas ainda assim sutil em relação ao disco de 2011, o novo trabalho foge das reverberações praianas da década de 1960 para abraçar de vez o espírito dos anos 1970. Da Soul Music imposta por David Bowie no clássico Young Americans (1975), aos versos românticos despejados por Stevie Wonder em sua melhor fase, cada minuto do novo álbum mantém letras, instrumentos e vozes apontados para o passado. Um direcionamento que beira a nostalgia, mas funciona com novidade nas mãos dos britânicos. Leia a resenha completa.

Abaixo, mais um ótimo clipe da banda. A escolhida foi The Upsetter e a direção é de Daren Rabinovitch.

.

Metronomy – The Upsetter