Miojo Indie Mixtape “Tropical Edition”

.

Bebeu água? Não! Tá com sede?Tô!

Este ano o verão começa mais cedo no Miojo Indie. Prepare seus bons drink, vista sua camisa florida, use o filtro solar, corra para a praia, mas antes não esqueça de baixar nossa nova mixtape, Tropical Edition. Composta de 13 faixas calorosas, nossa nova coletânea revive os bons momentos do axé na década de 1990 – haters gonna hate -, além de toda a “tropicalização” do indie rock contemporâneo. Se jogue na sacanagem de João Brasil, siga o bloco do Vampire Weekend, vá até o chão com Drunk Disco e caia no arrastapé ao lado de Adele.

 .

DOWNLOAD

_______________________________________________________________________________________________

.

#01. Vampiro Mineral – Cleber Facchi Mix

Saudade dos tempos de glória do Axé 90’s? Relembrando os velhos tempos em que o país se transformou na Bahia? Então não fique mais apenas na recordação e caia de vez na “micareta indie” de Vampiro Mineral. Unindo o clássico carnavalesco Água Mineral do Timbalada, com a recente Cousins do Vampire Weekend, o resultado não poderia ser outro se não uma grande explosão de ritmo, suor e sedução. Mas, e você, bebeu água?

.

#02. Novias – El Guincho

Fascinado pelos ritmos latinos – principalmente os lançados em solo brasileiro -, Pablo Díaz-Reixa ou simplesmente El Guincho fez de seu terceiro registro em estúdio um verdadeiro catálogo de sons e texturas inundadas por um clima caloroso e diversificado. Melhor exemplar retirado do ainda fresco Pop Negro de 2010, Novias chega pontuada pelas guitarras suingadas do músico, bem como suas batidas calientes que fisgam facilmente os ouvintes.

.

 

#03. What You Extravasa – Drunk Disco

Se um encontro entre Cláudia Leite e Two Door Cinema Club soaria como algo simplesmente impossível – e provavelmenbte até uma heresia aos moderninhos de plantão -, para a dupla curitibana Drunk Disco, tal parceria não apenas se tornou possível como se transformou em algo incrivelmente dançante. Unindo What You Know do trio britânico com o hit do verão Extravasa da cantora baiana, o duo paranaense fez de What You Extravasa um dos melhores mashups lançados nos últimos meses.

.

#04. Rolling In The Forró – DJ Mução

Logo que lançada Rolling in the Deep rapidamente alcançou o topo de diversas paradas musicais ao redor do mundo, além de ter se transformado em mais um clássico da cantora inglesa Adele. Entretanto, nas mãos de DJ Mução, a faixa e seus sinceros lamentos delineados por uma sobriedade voltada para a soul music se transformaram em um empolgado forró. Enquanto a inglesa chora, o público dança.

 .

#05. Blitzkrieg Boi – João Brasil

Esqueça a versão original e acelerada de Blitzkrieg Bop do Ramones e abrace de vez a transfiguração da faixa em uma composição tomada por um ritmo caloroso e que se conecta diretamente com a música da Amazônia. Mais um dos sempre eficientes mashups do carioca João Brasil, a faixa traz o que provavelmente teria acontecido se Joey Ramone e seus parceiros tivessem montado sua banda em Parentins e não em Nova York.

.

 

#06. A-Paper Punk – Sam Flanagan

Unindo o ritmo dançante do Vampire Weekend com os versos politizados da rapper M.I.A., Sam Flanagan obteve o encaixe musical perfeito ao lançar A-Paper Punk. Embora menos caliente que as demais faixas do disco, a canção segue seu ritmo de forma entusiasmada, cruzando riff despojado do quarteto nova-iorquino com os versos da canção que tornou M.I.A. um dos grande nomes da música contemporânea.

.

#07. Xibom ‘N’ Titties – Drunk Disco

Não adianta torcer o nariz, se você viveu os anos 90 então As Meninas e seu clássico Xibom Bombom são parte da sua vida. Nessa versão montada pelo Drunk Disco, o clássico que animava as tardes do Planeta Xuxa e do Domingo Legal ganham um apoio do produtor norte-americano DJ Assault, ou mais especificamente de sua mais conhecida composição, Ass-N-Tittes. Deixe o preconceito de lado e nunca se esqueça: “O rico cada vez fica mais rico, e o pobre cada vez fica mais pobre”.

.

 

#08. Freak Le Boom Boom – Marina Gasolina (CSS Remix)

Imortalizada na voz de Gretchen – que em 1979 apresentou a versão original da faixa em seu álbum de estreia My Name Is Gretchen -, Freak Le Boom Boom ganhou recentemente uma nova roupagem através dos vocais de Marina Gasolina, que reviveu a faixa de forma calorosa e sedutora. A música que já era boa – e que acabou fazendo parte da coletânea gringa RED HOT + RIO 2 – há pouco tempo passou pelas mãos do Cansei de ser Sexy que trouxe um toque ainda mais abrasivo para a composição.

.

#09. BaBaBa Ex – Drunk Disco

Último single lançado através do projeto português Buraka Som Sistema, Hangover (BaBaBa) ganhou alguns versos extras através do ótimo encaixe bolado (mais uma vez) pela dupla Drunk Disco. Utilizando os versos da música Ex é Sempre Ex, da carioca MC Kátia, a música se transformou em um belo tratado sobre pós-relacionamentos montado diretamente para as pistas. Respire fundo e grite: “quando estava contigo você não me valorizava, agora que estou com outro olha, chora, implora e baba!”.

.

 

#10. O Gosto Amargo do Perfume – Banda Uó

Responsáveis por algumas das melhores e mais intensas composições de 2011, o trio goiano Banda Uó faz de O Gosto Amargo do Perfume um cruzamento melodramático entre os ritmos do electrobrega paraense com toda a fluidez do indie rock eletrônico e dançante do Two Door Cinema Club. Usando como base a faixa Something Good Can Work presente no disco Tourist History, a trinca goiana seduz o ouvinte com seu emaranhado de teclados vívidos e prontos para a dança.

.

#11. Saturday Love – Toro Y Moi

Com um clima esvoaçado e típico de final de tarde, Saturday Love mostra a faceta mais pop e menos Lo-Fi de Chazwick Bundick através de seu projeto musical, Toro Y Moi. Mais conhecida na voz de Alexander O’Neal e Cherrelle, a composição ganha através das mãos do produtor norte-americano um toque de nostalgia e despedida, com Bundick construindo a faixa perfeita para um pôr do Sol romântico.

.

#12. Charme de Dar – João Brasil

Embora seja dono de um verdadeiro catálogo de memoráveis faixas, talvez nenhuma das criações de João Brasil sejam tão boas quanto a excelente Charme de Dar. Inspirada pelas tórridas revelações da cantora Sandy, a música une a poesia ímpar de Quero te Dar, um dos inúmeros clássicos da Gaiola das Popozudas, com as bases e alguns versos de Cheia de Charme, do músico Guilherme Arantes. Genial.

.

#13. Neon Indian – Fallout

Presente em Era Extraña, mais recente álbum do Neon Indian, Fallout fecha a mixtape em tom melancólico, com o Sol já se pondo e nos preparando para a ressaca do dia seguinte. Nostálgica, a composição esbanja sintetizadores carregados de efeitos, enquanto a voz de Alan Palomo vai nos circundando de maneira soturna. Recomendo que ouçam a faixa até o final, já que ela traz uma “surpresa”.

 .

DOWNLOAD


4 thoughts on “Miojo Indie Mixtape “Tropical Edition”

Comments are closed.