Miojo Is On Fire

Por: Cleber Facchi & Fernanda Blammer

 

Listas de melhores discos, melhores músicas e piores capas? Nada isso é relevante quando a beleza e a futilidade falam mais alto. Entre grandes (e péssimos) lançamentos o que importa de verdade não é a música, mas quem está por trás dela e principalmente: se é bonito(a) ou não? Para fechar nosso ano com muita futilidade e abstrações nada melhor do que uma lista elegendo os melhores de 2011 nos quesitos beleza, sensualidade, fofura e, claro, muita gostosura. Contando com os votos dos leitores no Twitter e algumas listas individuais entre nossos colaboradores apontamos os 10 mais gatos e gatas do ano, todos artistas que durante 2011 apresentaram algum novo registro – EP, single, disco, não importa. Justa ou não, o que importa é que eles são melhores do que você. Hoje: as mulheres.

 .

#10. Mallu Magalhães
O que lançou: Pitanga

Esqueça a garota estranha de boina azul, olhar desengonçado e pinturas estranhas pelo rosto, Mallu Magalhães cresceu e virou mulher – e que mulher. Tudo bem, que o atributo “gostosa” ficou em uma estrela (ou talvez até meia), mas o rostinho exótico, o corpo bem delineado e aquela voz envolvente acabam conquistando. No fim das contas, Marcelo Camelo sempre esteve certo, e como esteve.

 .

#09. Alison “VV” Mosshart (The Kills)
O que lançou: Blood Pressures

Sonho de um bom número de marmanjos fanáticos pelo Indie Rock, Alison Mosshart consegue unir em uma mesma medida o olhar de psicótica com um ar envolvente e incrivelmente erótico, característica apenas dela e impossível de ser plagiada. Entre gritos e sussurros através do The Kills (ou mesmo nos demais projetos em que atua), a bela vai aos poucos transformando os ouvintes em meras presas.

 .

#08. Azealia Banks
O que lançou: 212

Ar de desbocada, rostinho de malandra e um bocão que deve fazer um estrago, a jovem Azealia Banks de apenas 20 anos acabou se transformando em uma das sensações da música em 2011, tudo por conta do clipe de 212, música em que transparece todos os atributos que carrega. Queremos mais clipes, e de preferência com cada vez menos roupas.

 .

#07. Cacá V (Copacabana Club)
O que lançou: Tropical Splash

Qualquer um que já assistiu alguma apresentação do grupo curitibano Copacabana Club sabe que boa parte da energia esbanjada no palco vem de um único e essencial elemento: Cacá V. Belíssima e dona de uma voz que preenche os ouvidos, a cantora ganha pontos bônus por literalmente se jogar para o público no meio das apresentações da banda, levando (obviamente) qualquer marmanjo ao delírio.

.

#06. Lourdes Hernández (Russian Red)
O que lançou: Fuerteventura

Quer um bom motivo para conhecer Madri? Ora, Lourdes Hernández. Responsável pelo projeto de folk/indie pop Russian Red, a garota de pele branquinha e voz de pudica mostra que para além de um belo referencial sonoro, ostenta uma fisionomia incrivelmente atrativa. Ainda não entendeu a posição dela nesta lista? Espere até ouvi-la sussurrando alguma doce composição em seu ouvido. Delícia.

 

#05. Lykke Li
O que lançou: Wounded Rhymes

Beberrona, um corpão e uma cara de quem deve fazer algo mágico nos momentos mais íntimos, Lykke Li só precisa gostar de futebol para se transformar no sonho de qualquer homem. Sempre cantando ao amor de forma melancólica e incrivelmente sofredora, a sueca parece ser o tipo de garota que sofre nas mãos dos homens, mas se esse for o problema, é só chegar aqui que eu cuido de você, sua linda.

.

#04. Tiê
O que Lançou: A Coruja e O Coração

Seja nos momentos mais “ousados” ou nos de calmaria, Tiê é a personificação daquela mulher que só parece existir em sonhos. Com uma voz doce e embriagante, a paulistana que (infelizmente) já está comprometida deve contar com um amplo número de seguidores que não estão atrás dela pela música…

.

#03. Mélanie Laurent
O que lançou: En T’Attendant

Atriz, modelo, cantora e a mulher da minha vida, pena que ela ainda não sabe disso. Figura ainda pouco conhecida aqui no Brasil, Laurent – que fez o papel da judia Shosanna em Bastardos Inglórios – é uma verdadeira somatória de acertos: linda, um corpão e acima de tudo, talentosa.

.

#02. Zooey Deschanel (She & Him)
O que lançou: A Very She & Him Christmas

Poucas vezes os homens ao redor do mundo celebraram com tamanha empolgação quanto em novembro deste ano, o motivo? Zooey Deschanel estava solteira. Depois de romper o casamento de dois anos com o líder do Death Cab For Cutie, Ben Gibbard, a norte-americana acabou se transformando em uma das figuras mais cobiçadas do universo masculino – não que ela já não fosse. Eu, Zooey e dois pacotinhos de Miojo? Pff, não precisava de mais nada.

.

#01. Beyoncé
O que lançou: 4

Sabe a expressão “Chá de B*%&#a”? Pois é, isso é o que Jay-Z deve tomar todo dia enquanto você fica na mão, apenas babando. Lady Gaga, Rihanna e todas as demais competidoras desta lista, vocês não são nada perto das coxas, do rebolado, dos peitos e até da unha encravada dessa mulher. Os gays idolatram, as mulheres invejam e os homens, bem, vocês sabem o que a gente faz quando vê qualquer clipe dela. Com todos estes atributos, não há posição mais digna para Beyoncé do que o primeiro lugar. Ah, parece que ela ainda canta, mas não que isso seja realmente relevante.

;

Criador do Miojo Indie, trabalhou como coordenador de Mídias Sociais na Editora Abril, editor de entretenimento e cultura no Huffington Post, editor de conteúdo no Itaú. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.