Movement: “Us”

Movement

.

Tudo o que Abel Tesfaye não conseguiu com o novo álbum do The Weeknd o trio australiano Movement conquistou com a recente Us. Erótica, climática e essencialmente dolorosa, a canção praticamente eleva a atmosfera conquistada pelo Rhye em Woman ou no primeiro álbum do The XX a um novo patamar. Trabalhada em uma estrutura regular, alimentada lentamente por batidas e vozes brandas, a canção salta diretamente para os anos 1990, finalizando um tipo de R&B carregado pelo mesmo grave que salta nos momentos mais compactos do Disclosure em Settle. Massive Attack, Tricky e Portishead, todos os grandes veteranos do período parecem recortados e montados dentro de um catálogo particular de sensações, envolventes. Base para o próximo single da tríade, a canção é, provavelmente, a música mais sensual que você vai ouvir hoje.

.


Movement – Us