Nilüfer Yanya: “Tears”


A versatilidade talvez seja a principal marca do som produzido pela cantora e compositora britânica Nilüfer Yanya. Basta voltar os ouvidos para o misto de R&B e folk que toma conta de Thanks 4 Nothing, música que parece saída de algum disco de Tracy Chapman, ou mesmo a delicada Baby Luv, canção em que estreita o diálogo com o soul inglês. Ideias e pequenas variações estéticas que devem servir de base para o primeiro (e extenso) álbum de estúdio da cantora, Miss Universe (2019).

Com previsão de lançamento para o mês de março, o trabalho conta com 17 composições inéditas em que Yanya, mais uma vez, deve transformar as próprias desilusões e sentimentos em música. Exemplo disso está em In Your Head, música entregue ao público há poucas semanas e um fino exercício do permanente amadurecimento criativo da cantora. Agora, a artista está de volta com Tears, um R&B empoeirado que tanto aponta para o mesmo universo de nomes como Blood Orange.

Miss Universe (2019) será lançado em 22/3 via ATO.


Nilüfer Yanya – Tears