O Terno: “Atrás/Além”


Forte candidato a disco do ano <atrás/além> (2019), quarto álbum de estúdio da banda paulistana O Terno, traz de volta a mesma melancolia doce e versos existencialistas que vem sendo explorados pela banda desde o início da carreira. Sequência ao maduro Melhor do Que Parece – 3º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Brasileiros de 2016 –, o trabalho segue exatamente de onde o grupo parou há três anos, detalhando melodias nostálgicas que apontam com naturalidade para a obra de veteranos como The Beach Boys, Scott Walker e The Beatles.

São 12 composições inéditas em que o grupo paulistano, hoje formado pelos músicos Tim Bernardes (guitarras, piano e voz), Guilherme d’Almeida (baixo) e Biel Basile (bateria) discute a dualidade das experiências humanas, mergulhando em relacionamentos fracassados e temas simples do cotidiano. Entre as canções que recheiam o disco, faixas como Meia Volta, colaboração com Devendra Banhart e Shintaro Sakamoto, a poesia questionadora de Pegando Leve e o refinamento climático de Nada/Tudo, uma das primeiras criações a serem apresentadas ao público.

<atrás/além> (2019) conta com distribuição pelo selo Risco.


O Terno – <atrás/além>