Oneohtrix Point Never: “Still Life”

Oneohtrix Point Never

.

Pela primeira vez Daniel Lopatin parece interessado em construir uma obra que amarra música e imagem em um mesmo sentido de interesse. Quem tem acompanhado a divulgação de R Plus Seven (2013) já deve ter percebido a forte relação entre esses dois elementos, efeito iniciado na construção do esquizofrênico Replica (2011), mas que se amplia agora com a chegada do novo álbum. Prova mais evidente (e perturbadora) desse resultado está na construção do clipe oficial de Still Life. Agora acompanhado de um texto que discute a perda de liberdade do usuário em relação à internet, todos os vícios, clichês e o universo erótico dentro do cenário digital, o trabalho assinado por Jon Rafman parece inclinado a tudo, menos deixar de provocar o espectador. Recheado de imagens eróticas (que fizeram o material sair do Youtube e do Vimeo), o vídeo talvez seja um dos registros visuais mais perturbadores lançados em 2013. Para assistir, clique na imagem abaixo.

.

Daniel Lopatin

Oneohtrix Point Never – Still Life