Ouça | Arca: “Madre”


Em 2017, como lançamento do terceiro álbum de estúdio da carreira, Arca pegou muita gente de surpresa ao mostrar que poderia cantar. Longe do experimentalismo eletrônico testado nos dois discos anteriores, Xen (2014) e Mutant (2015), a produtora venezuelana decidiu transformar as próprias inquietações na base para cada uma das canções que recheiam o disco, entre elas, as ótimas Desafío e Sin Rumbo. Agora, quatro anos após a entrega do bem-sucedido registro, a artista está de volta com o complementar Madre (2021), trabalho em amplia parte desse direcionamento criativo.

São quatro variações da mesma música, proposta que vai do encontro com o compositor Oliver Coates ao abandono de qualquer instrumento. “Quando compartilhei a versão acapella com Oliver, houve uma ressonância e química insanas; onde ele levou parecia o lugar que eu sonhei, mas não poderia alcançar sem ele“, escreveu no texto de apresentação do trabalho. Deliciosamente sombrio, esse é o primeiro grande lançamento de Arca desde o material entregue pela artista no ainda recente Kick i – 27º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Internacionais de 2020. Ouça:



Arca – Madre

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.