Ouça | Cícero: “Cosmo”


Um dos grandes nomes da cena carioca na última década, Cícero Rosa Lins está de volta com um novo trabalho de estúdio. Em Cosmo (2020), primeiro álbum de estúdio do cantor e compositor fluminense desde o colaborativo Cícero & Albatroz – 35º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Brasileiros de 2017 –, o ex-integrante da extinta banda Alice se divide entre a composição de músicas marcadas pelo caráter minimalista e a busca por novas possibilidades criativas, como um precioso ponto de encontro entre o material entregue nos inaugurais Canções de Apartamento (2011) e Sábado (2013).

Com produção, letras e arranjos assinados pelo próprio artista, Cosmo, como o próprio título e imagem de capa indicam, encontra na imensidão do universo e uso de temáticas existencialistas o estímulo para grande parte das faixas. Um delicado exercício de busca e transformação, conceito reforçado logo na introdutória Falso Azul, canção que ainda chega acompanhada de um clipe de Guilherme Braz. Nada que impossibilite a criação de músicas como O Que Ficou, Some Lazy Days e todo o fino repertório de versos mundanos que parecem apontar para a boa fase do artista em A Praia (2015). Ouça:



Cícero – Cosmo


Deixe uma resposta