Ouça | Fleet Foxes: “Shore”


Com arranjos, composição e produção de Robin Pecknold, Shore (2020) é o quarto e mais recente trabalho de estúdio do Fleet Foxes. Primeiro disco de inéditas banda de Seattle pelo selo ANTI-, o álbum concebido em um intervalo de mais de dois anos em diferentes locações, como o cultuado Electric Lady Studios, em Nova Iorque, traz de volta o som detalhista do grupo norte-americano, conceito explícito em músicas como Can I Believe You, A Long Way Past the Past e Maestranza. Anunciado de forma discreta, o registro ainda chega acompanhado de um vídeo de 55 minutos dirigido por Kersti Jan Werdal.

Formado na segunda metade dos anos 2000, o Fleet Foxes atraiu a atenção do público com o lançamento do homônimo debute de 2008. No repertório marcado pelo refinamento dos arranjos, composições como as delicadas Sun It Rises, White Winter Hymnal e Your Protector. O mesmo cuidado acaba se refletindo no álbum seguinte, o maduro Helplessness Blues (2011), de onde vieram faixas como Montezuma, Grown Ocean e The Shrine / An Argument. O último trabalho de estúdio do grupo de Washington foi o excelente Crack-Up – 17º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Internacionais de 2017.



Fleet Foxes – Shore

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.