Ouça | Glass Animals: “Dreamland”


Dreamland (2020), esse é o título do terceiro e mais recente álbum de estúdio do grupo britânico Glass Animals. Sequência ao ótimo How to Be a Human Being (2016), obra que expandiu os horizontes musicais do quarteto de Oxford, o novo disco estreita a relação de Dave Bayley, Edmund Irwin-Singer, Drew MacFarlane e Joe Seaward com a música pop, proposta que se reflete em cada uma das 16 faixas que recheiam o presente disco. Canções que preservam a identidade criativa da banda, conceito reforçado desde a estreia com Zaba (2014), mas que ganha novo resultado no presente disco.

Exemplo disso está em algumas das principais faixas apresentadas pelo grupo nos últimos meses. É o caso da ainda recente Heat Waves, entregue ao público há poucas semanas, Your Love (Déjà Vu) e It’s All So Incredibly Loud. Instantes em que o grupo norte-americano preserva a essência dos primeiros registros autorais, porém, investe em uma sonoridade cada vez mais acessível, conceito que vai da formação dos arranjos à construção dos versos. O destaque acaba ficando por conta da inusitada colaboração com o rapper norte-americano Denzel Curry, em Tokyo Drifting. Ouça:



Glass Animals – Dreamland

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.