Ouça | Lianne La Havas: “Lianne La Havas”


Um dos trabalhos mais aguardados dos últimos meses está entre nós. Cinco anos após o lançamento de Blood (2015), a cantora e compositora britânica Lianne La Havas entrega ao público o terceiro álbum de estúdio da carreira. Autointitulado, o registro co-produzido em parceria com Matt Hales (Bat for Lashes, Disclosure) e repleto de participações especiais, como Mura Masa e Homer Steinweiss (Amy Winehouse, Mark Ronson), mostra a busca da artista inglesa em se reinventar criativamente, proposta que se reflete em cada uma das 12 faixas que servem de sustento ao disco.

Fortemente influenciada pelas criações de Joni Mitchell, Al Green, Destiny’s Child e, principalmente, pelo brasileiro Milton Nascimento, uma de suas maiores referências criativas, Havas passou as últimas semanas revelando ao público algumas das canções que recheiam o disco. É o caso de Can’t Fight, BittersweatPaper Thin. Instantes em que a artista inglesa transforma as próprias emoções em música. O destaque acaba ficando por conta da bem-sucedida releitura de Weird Fishes, do Radiohead, faixa originalmente lançada como parte do cultuado In Rainbows (2007).



Lianne La Havas – Lianne La Havas