Ouça | Moses Sumney: “Grae: part 1”


Moses Sumney decidiu não economizar no sucessor de Aromanticism – 18º colocado na nossa lista dos 50 Melhores Discos Internacionais de 2017. Para o segundo álbum de estúdio em carreira solo, o cantor e compositor norte-americano entrega ao público um extenso repertório com 20 faixas inéditas divididas em dois álbuns específicos. Para a primeira metade do projeto, uma seleção de músicas que vão do soul/R&B dos anos 1970 ao uso de melodias acústicas, vozes orquestrais e experimentações eletrônicas, cuidado que se reflete até a música de encerramento do trabalho, Polly.

Menos contido em relação ao trabalho entregue há três anos, o novo álbum mostra a que veio logo nos primeiros minutos, na já conhecida Virile. Surgem ainda preciosidades como Me In 20 Years e Cut Me, composições que refletem a completa versatilidade de Moses dentro de estúdio, como um avanço claro em relação ao material apresentado em Aromanticism. O último grande lançamento do músico estadunidense foi o curioso Black In Deep Red, 2014 (2018), registro de apenas três faixas que mostra o desejo do artista em provar de novas possibilidades dentro de estúdio.

Grae (2020) será lançado em 15/5 via Jagjaguwar.



Moses Sumney – Grae: part 1