Ouça | Píncaro: “Um Delírio Madrepérola”


Melodias acústicas, letras confessionais e vozes perfeitamente encaixadas. Em Um Delírio Madrepérola (2021), primeiro álbum de estúdio do cantor e compositor Roger Valença, cada fragmento do registro de dez faixas parece pensado para confortar o ouvinte. Composições marcadas pelo completo refinamento dos arranjos, esmero que se reflete tão logo o álbum tem início, em Leito de Migalhas, mas que acaba se refletindo durante toda a execução da obra, vide o fino acabamento de músicas como A Fome de Saturno, Pele De Cordeiro e a já conhecida Lençóis de Algodão.

Conhecido pelo trabalho como ex-integrante da banda Onagra Claudique, grupo que revelou obras como A Hora e a Vez de Onagra Claudique (2012), Arrebol e Lira Auriverde – 32º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Brasileiros de 2014 –, Valença contou com a colaboração de um time reduzido de parceiros para a realização de Um Delírio Madrepérola. É o caso do produtor e multi-instrumentista Mauro Motoki (Ludov, Matheus Brant), com quem já havia trabalhado anteriormente, e Mariana Poppovic, dona das vozes de apoio e fina direção de arte que complementa o registro.



Píncaro – Um Delírio Madrepérola