Ouça | Sault: “Untitled (Rise)”


Um dos projetos mais prolíficos que surgiram nos últimos meses, o Sault está de volta com um novo e delicado trabalho de estúdio: Untitled (Rise). São pouco mais de 50 minutos de duração em que somos convidados a viajar pela história da música negra em uma criativa combinação de ritmos e tendências que vão do jazz ao neo-soul, do rap ao funk. São diferentes vozes, instrumentistas e colaboradores, todos sem nome, conceito que reforça ainda mais o charme e mistério em torno da obra que traz músicas como I Just Want to Dance, Street Fighter e No Black Violins in London.

Sequência ao material entregue em junho, durante o lançamento do político Untitled (Black Is) (2020), o novo disco sustenta na formação dos versos um precioso exercício de libertação. São letras sempre inspiradoras e esperançosas, conceito que embala a experiência do ouvinte até o último minuto do trabalho em Little Boy. Naturalmente íntimo de tudo aquilo que diferentes realizadores da cena britânica têm produzido nos últimos meses, como Nubya Garcia, o álbum é o quarto álbum de estúdio do misterioso coletivo que lançou no último ano os ótimos 5 (2019) e 7 (2019). Ouça:



Sault – Untitled (Rise)

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.