Ouça | Sevdaliza: “Shabrang”


Três anos após o lançamento do Ison (2017), obra que revelou músicas como Amandine Insensible, Hubris e Hero, Sevdaliza está de volta com um novo trabalho de estúdio. Em Shabrang (2020), registro que conta com lançamento pelo selo Twisted Elegance, da própria artista, somos convidados a mergulhar em um território marcado pelo forte aspecto confessional dos versos. São composições que partem da infância da cantora, nascida no Irã, porém, sutilmente incorporam diferentes aspectos da vida adulta, discutindo temas importantes como solidão, medo, isolamento e a permanente busca por um novo amor.

Sequência ao material apresentado no EP The Calling (2018), o novo disco estreita ainda mais a relação da cantora radicada nos Países Baixos com a produção dos anos 1990, principalmente o trip-hop e o R&B. O resultado desse processo está na entrega de músicas como Darkest Hour, Lamp Lady, Oh My God e todo um fino repertório apresentado pela artista nos últimos meses. Instantes em que a artista parece jogar com o reducionismo dos elementos, brincando com a lenta sobreposição das batidas, sintetizadores e vozes tratadas como instrumentos, conceito que se completa pela assinatura do produtor e parceiro de longa data, Mucky.


Sevdaliza – Shabrang

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.