Ouça | Sorry: “Twixtustwain”


Entre camadas de guitarras e experimentações com a música eletrônica, Asha Lorenz e Louis O’Bryen deram vida ao primeiro trabalho de estúdio do Sorry, 925 (2020). No repertório, faixas como Right Round the Clock, Starstruck e todo um fino repertório que utiliza do tédio e das experiências vividas em Londres como estímulo para montagem do registro que ainda se completa pela presença dos músicos Lincoln Barrett e Campbell Baum. É partindo justamente dessa mesma base criativa que os dois multi-instrumentistas apresentam ao público mais um novo registro de inéditas.

Intitulado Twixtustwain (2021), o EP de cinco faixas segue exatamente de onde a dupla britânica parou no último ano. São canções que utilizam da fragmentação dos arranjos, vozes sobrepostas e momentos de maior delírio como um estímulo para a composição do trabalho. A principal diferença em relação ao material entregue em 925 está na base eletrônica que serve de sustento ao registro. São batidas e ambientações claustrofóbicas, vozes tratadas como instrumentos e ruídos que contribuem para o forte desgaste emocional explícito nos versos de grande parte das canções. Ouça:


Sorry – Twixtustwain