Ouça | Swans: “Leaving Meaning”

Swans

Com 12 faixas e mais de 90 minutos de duração, Leaving Meaning (2019) é o novo álbum de estúdio do Swans. Sequência ao extenso The Glowing Man (2016), o novo álbum mostra a busca de Michael Gira, líder da banda, mergulhar na composição de um som puramente atmosférico, como uma parcial fuga do direcionamento caótico que embala os últimos registros de inéditas do grupo. São faixas marcadas pelo uso de ambientações minimalistas, pianos e a percussão complementar, cuidado que se reflete tão logo o disco tem início, em Hums, e segue até a derradeira My Phantom Limb.

Primeiro álbum de estúdio do músico nova-iorquino sem a presença do seleto time de instrumentistas com quem vinha colaborando desde o ressurgimento do Swans, em My Father Will Guide Me up a Rope to the Sky (2010), Leaving Meaning se abre para a chegada de nomes como Baby Dee and the Necks, Anna e Maria von Hausswolff. São vozes complementares e arranjos orquestrais que reforçam o direcionamento quase etéreo dado ao disco. Nas últimas semanas, Gira revelou ao público algumas das principais faixas do registro, caso de The Hanging Man e a atmosférica It’s Coming It’s Real.

.


Swans – Leaving Meaning