Pequenos Clássicos Modernos

Ludov
Brazilian/Pop/Alternative
http://www.myspace.com/ludov

 

O Ludov era o que faltava para a música nacional do começo dos anos 2000. Enquanto tudo estava se tornando intelectual demais, estrangeiro demais, inovador demais e chato demais eles lançaram o EP Dois a Rodar (2003), que se não era pra ser acabou soando como uma resposta a todos estes excessos e caminhos absurdos pelo qual estava seguindo a música naquele momento. O grupo paulistano trazia justamente aquilo que faltava naquele momento, um pop rock divertido e fácil, daqueles que tocam nas rádios, mas feito com cuidado e livre da estrutura descartável que toma conta de grande parte das composições desse gênero.

De fato o EP funcionava como uma apresentação da banda, que até então se chamava Maybees (depois virou Supertrunfo) e compunha um pop melódico cantado em inglês. Após o término da banda os integrantes passaram meses afastados, em busca de um novo rumo para suas carreiras. Contudo a aproximação dos membros ainda era grande e o elo artístico entre eles acabou por dar vida ao Ludov, em que a sonoridade vinha renovada e as letras agora cantadas em português.

Passados dois anos do lançamento do EP e com o sucesso de faixas como Dois a Rodar e Princesa (vencedor da categoria de melhor videoclipe independente do VMB de 2004) o grupo formado por Vanessa Krongold, Mauro Motoki, Paulo “Chapolin” Rocha, Habacuque Lima e Eduardo filomeno (que mais tarde deixaria a banda) partiu para a gravação do primeiro disco de estúdio com a alcunha de Ludov. O resultado sairia em 2005 com O Exercicio Das Pequenas Coisas um aflorado de composições pop grudentas que esbanjavam o virtuosismo e a qualidade nas composições da banda.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=hOL986dwM7c]

Com produção de Fábio Pinczowski e Chico Neves, o disco é um compendio de 15 composições delicadamente construídas para fisgar o ouvinte. As letras, em sua maioria de Motoki (que também canta em algumas das canções) tratam de questões que vão de relacionamentos a questões existencialistas. A voz forte de Krongold é o que vaimovimentando cada uma das faixas, embora seja a instrumentação detalhada que circunda seus vocais a grande beldade do álbum.

Faixas como Dorme Em Paz, Estrelas e Kriptonita (que conseguiu forte repercussão por conta de seu clipe na programação da MTV) são composições fáceis, dotadas de letras que abordam temas universais e que se enaltecem por meio de sua instrumentação. Ou seja, o tipo de canção comercial que poderia ser transmitida em qualquer rádio a fim de agradar a qualquer público. A eficácia das músicas é tanta, que mesmo a inclusão da faixa Princesa (originalmente lançada no EP de estreia do grupo e maior sucesso comercial até então) como faixa bônus e chamariz para quem ainda não estava habituado ao som do grupo acabou sendo desnecessária.

Com a estreia os paulistanos do Ludov saíram do reconhecimento obtido apenas pelo nicho frequentador de seus shows, para serem apreciados pelo resto do país. A expansão das redes sociais naquele momento, como o Orkut e o MySpace também serviram para disseminar o som do grupo e abrir as portas para que o quinteto pudesse se apresentar além dos limites de São Paulo.

 

O Exercício das Pequenas Coisas (2005)

 

Nota: 8.0
Para quem gosta de: Pato Fu, Luísa Mandou um Beijo e Wonkavision
Ouça: Sete anos

 

Por: Cleber Facchi