Phoebe Bridgers: “I See You”


Que experiência fantástica tem sido acompanhar o trabalho de Phoebe Bridgers nas últimas semanas. Prestes a lançar o segundo álbum de estúdio da carreira, Punisher (2020), a cantora e compositora norte-americana tem revelado ao público uma série de canções inéditas marcadas pelo completo refinamento dos versos e busca por novas sonoridades. São faixas como a descritiva Garden Song, com suas camadas instrumentais, melodias e vozes, ou mesmo a ainda recente Kyoto, faixa em que perverte a sobriedade do introdutório Stranger In The Alps (2017), estreia em carreira solo.

Nada que se compare ao material entregue na recém-lançada I See You. Da construção das guitarras ao uso atmosférico dos arranjos e pequenas orquestrações, perceba como cada componente da faixa serve de alicerce para os versos confessionais detalhados pela artista. “Mas sinto algo quando vejo você agora / Eu sinto algo quando te vejo / Se você é uma obra de arte, eu estou muito perto / Eu posso ver as pinceladas“, canta enquanto camadas de ruídos e ambientações sujas parecem apontar para o mesmo território desbravado pelo Big Thief durante o lançamento de Two Hands (2019).

Punisher (2020) será lançado em 19/6 via Dead Oceans.



Phoebe Bridgers – I See You