Phoenix: “Chloroform”

Phoenix

.

Lado mais sutil de Bankrupt!, quinto registro em estúdio do Phoenix, Chloroform pula a sequência desesperada de sintetizadores, típica do registro, para reforçar o lado mais introspectivo da banda francesa. De versos e arranjos melancólicos, a canção segue exatamente de onde Drakkar Noir (a melhor canção do disco) parou, amenizando a exaltação por um jogo de percepções sutis, propósito que movimenta a direção de Sophia Coppola, esposa do vocalista Thomas Mars, na construção do clipe da faixa. Sempre lembrada por retratar o universo feminino – em clipes ou filmes -, Copolla não se distancia das próprias regras dentro do presente trabalho. Dessa forma, a cineasta observa o sofrimento das fãs (as mulheres) e o distanciamento da banda (os homens) em relação a esse mesmo sentimento. Um trabalho sensível, coerente com a estética proposta para a própria canção.

.


Phoenix – Chloroform