""

Ano:
Selo:
Gênero:
Para quem gosta de:
Ouça:
Nota:

Resenha: “Everybody’s Heart Is Broken Now”, Niki and the Dove

Artista: Niki and the Dove
Gênero: Indie Pop, Alternative, Synthpop
Acessehttp://www.nikiandthedove.com/

É difícil não se encantar pelo som produzido pela dupla Niki and the Dove. Da eletrônica colorida que marca o primeiro álbum de estúdio do casal, Instinct, de 2012, passando pelos versos sentimentais, sempre pegajosos, cada música assinada pela dupla Malin Dahlström e Gustaf Karlöf parece polida de forma sempre detalhista, pop e acessível, cuidado que se repete, porém, sob outra ótica em Everybody’s Heart Is Broken Now (2016, TEN Music Group).
Segundo e mais recente álbum de estúdio do duo sueco, o registro de 13 composições inéditas encontra no som empoeirado da década de 1980 uma espécie de novo alicerce criativo. Se há quatro anos Dahlström e Karlöf apresentavam uma versão “descomplicada” do mesmo som produzido pelos conterrâneos do The Knife, com o novo trabalho, vozes, guitarras, batidas e sintetizadores apontam para um universo parcialmente renovado.
Ponto de partida para grande parte das canções que abastecem a obra, So Much It Hurts detalha a busca do casal por um som enevoado, nostálgico, como se parte do material produzido há mais de três décadas fosse replicado de forma atenta no interior da obra. Instantes que ainda passeiam pelo mesmo R&B entristecido de Michael Jackson e Lionel Richie, base para a formação de músicas aos moldes de Everybody Wants To Be You e Miami Beach, duas das peça mais tristes do trabalho.
Perto das canções apresentadas em Instinct, Everybody’s Heart Is Broken Now acaba se revelando um registro musicalmente lento, tímido em grande parte das canções. Salve a explosão controlada que marca faixas como You Stole My Heart Away e Coconut Kiss, parte expressiva do trabalho mantem firme a relação entre as canções, resultando em um material homogêneo e controlado, como se uma mesma peça servisse de base para toda a formação da obra.

Tamanha sutileza na construção das faixas obriga uma audição atenta por parte do ouvinte. Ainda que seja possível passear pelas melodias e vozes comerciais que esculpem o disco, corre ao fundo de cada música a real beleza do trabalho. Assim como em Instinct, sintetizadores minimalistas, solos nostálgicos e uma delicada atmosfera de Disco Music se espalha entre as batidas e o refrão pegajoso da cada faixa. O mesmo esmero empregado nos últimos trabalhos de coletivos como o Mr. Twin Sister e TOPS.
Parte da leveza que orienta os arranjos e bases da obra funciona como um estímulo para a formação das letras em grande parte das canções – principalmente Everybody Wants To Be You e So Much It Hurts. Uma coleção de versos essencialmente românticos e entristecidos que dialoga diretamente com o título melancólico que apresenta o registro ao público: agora todos estão com o coração partido.
Everybody’s Heart Is Broken Now (2016, TEN Music Group)
Nota: 7.5
Para quem gosta de: Mr. Twin Sister, iamamiwhoami e Kate Boy
Ouça:  So Much It Hurts, Everybody Wants To Be You e Miami Beach