""

Ano:
Selo:
Gênero:
Para quem gosta de:
Ouça:
Nota:

Resenha: “We Got It from Here… Thank You 4 Your Service”, A Tribe Called Quest

Artista: A Tribe Called Quest
Gênero: Hip-Hop, Rap, Alternative
Acesse: http://www.atribecalledquest.com/

 

Em um intervalo de apenas três anos, os integrantes do coletivo A Tribe Called Quest mudaram para sempre a história do Hip-Hop norte-americano. Nas batidas e rimas de Q-Tip, Ali Shaheed Muhammad, Phife Dawg e Jarobi White, obras fundamentais como People’s Instinctive Travels and the Paths of Rhythm (1990), The Low End Theory (1991) e Midnight Marauders (1993). Ponto de partida para uma nova fase do gênero e o estímulo criativo para toda uma sequência de produtores e obras pelas próximas duas décadas.

De gigantes da indústria, como The Black Eyed Peas e Kanye West, passando por nomes como Nas, DJ Shadow e Kendrick Lamar, difícil não encontrar alguém que não tenha se inspirado no som produzido pelo quarteto nova-iorquino. Tamanha influência e fascínio do público acabou servindo de estímulo para um retorno do grupo aos palcos depois de um hiato de oito anos, além, claro, da construção do recém-lançado We Got It from Here… Thank You 4 Your Service (2016, Epic / SME).

Sexto e último registro de inéditas do quarteto, o trabalho dividido em duas metades segue exatamente de onde o coletivo parou há quase duas décadas, durante o lançamento do álbum  The Love Movement (1998). Samples, ritmos e melodias que se entrelaçam de forma a servir de base para as rimas lançadas por cada integrante do projeto. O último suspiro poético do rapper Phife Dawg, morto em março deste ano, devido a complicações relacionadas com a diabetes.

Alimentado pelo uso de temas recentes, We Got It from Here… detalha o racismo sofrido pela comunidade negra, perseguição a grupos marginalizados, empoderamento feminino, conflitos religiosos e todo um universo de elementos que servem de estímulo para a construção de um recente panorama político/social dos Estados Unidos. Um chamado para a mudança que tem início na dobradinha formada por The Space Program e We the People…, mas que acaba se espalhando durante toda a construção do registro.

No time de colaboradores do álbum, personagens vindos de diferentes núcleos musicais. Um bom exemplo disso está nos samples de Solid Wall of Sound, música que se abre para a rápida interferência de nomes como Busta Rhymes, Jack White e Elton John. Em The Killing Season, um  encontro entre Kanye West, Consequence e Talib Kweli. Sobram ainda personagens como Kendrick Lamar (Conrad Tokyo), Anderson Paak (Movin Backwards), André 3000 (Kids…) e Marsha Ambrosius (Melatonin), vozes e produtores ativos durante toda a construção do trabalho.

Correndo ao fundo do registro, um imenso catálogo de samples, vozes e pequenos fragmentos instrumentais que indicam a completa versatilidade do grupo. São trechos de filmes, como A Fantástica Fábrica de Chocolate (1971), retalhos sonoros, caso da risada fantasmagórica de Vincent Price em Thriller de Michael Jackson, batidas e arranjos. Um verdadeiro turbilhão de ideias que dialoga diretamente com a essência do A Tribe Called Quest no começo dos anos 1990.

 

We Got It from Here… Thank You 4 Your Service (2016, Epic / SME)

Nota: 9.0
Para quem gosta de: De La Soul, Outkast e Kendrick Lamar
Ouça: We The People, The Space Program e Dis Generation

Veja também:


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Send this to friend