Rosalía: “Bagdad (Cap.7: Liturgia)” (VÍDEO)

 

Da provocativa imagem de capa — uma genitália feminina disfarçada em meio a símbolos religiosos —, passando estética concebida em parceria com o fotógrafo e artista visual Filip Custic, ao refinamento melódico e lírico que se destaca em cada composição, El Mal Querer (2018, Sony Music) é um trabalho que encanta pelos detalhes. Segundo e mais recente álbum de estúdio da cantora e compositora catalã Rosalía Vila, o registro produzido em um intervalo de poucos meses não apenas avança em relação ao antecessor Los Ángeles (2017), como revela ao público uma artista completamente madura, inventiva e em pleno domínio da própria obra.

Inspirado de maneira confessa em um romance medieval do século XIII, Flamenca, obra de autoria anônima que satiriza costumes e instituições da época em que foi lançado, El Mal Querer estabelece na temática das relações tóxicas, separações e comportamentos abusivos os principais componentes criativos para a formação dos versos. Composições ancoradas em incontáveis desilusões amorosas, momentos de ciúme exacerbado e pequenas corrupções momentâneas que sufocam e dão fim a qualquer relacionamento. Um misto de amargura e libertação que orienta a experiência do ouvinte até a derradeira A Ningún Hombre. Leia o texto completo.

Uma das canções mais sensíveis do novo álbum de Rosalía, El Mal Querer (2018), Bagdad chega acompanhada de um clipe tão doloroso quanto seus versos. Com direção de Helmi, o vídeo mostra a cantora se afogando nas próprias lágrimas no banheiro de um bar.

 

Rosalía – Bagdad (Cap.7: Liturgia)


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Send this to friend