ruído/mm: “Transibéria”

.

Passada a euforia encontrada em Cromaqui, primeiro exemplar de Rasura (2014), novo álbum da banda curitibana ruído/mm, Transibéria traz de volta um pouco da essência do grupo. Na trilha do material conquistado pela banda em A Praia (2006) e Introdução à Cortina do Sotão (2011), o recente lançamento surpreende pela capacidade de provocar os sentimentos do espectador. Sem dizer uma só palavra, os quatro minutos e quarenta segundos da canção resumem com maestria a capacidade rara da banda em contar histórias com os arranjos.

Timidamente psicodélica, a faixa caminha entre ruídos, harmonias de pianos e toda uma tapeçaria melódica capaz de envolver o espectador. Mesmo íntima do trabalho de gigantes como Sigur Rós, a delicada peça em nenhum momento se distancia do território autoral dos paranaenses, expressivos em cada singelo manuseio da criação. Previsto para estrear no dia 27 de setembro, o novo álbum chega para completar a série de bons lançamentos instrumentais em solo nacional, caso de Pluvero da Kalouv e Pelicano do grupo Constantina.

.

ruído/mm – Transibéria

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.