Samia: “Fit N Full” / “Is There Something in the Movies?”


Um dos nomes mais interessantes da novíssima cena nova-iorquina, a cantora e compositora Samia acaba de anunciar o primeiro álbum de estúdio da carreira: The Baby (2020). Responsável por um extenso catálogo de faixas que se acumulam desde o meio da década passada, a jovem musicista parece ter alcançado um ponto de equilíbrio entre as criações caseiras de Soccer Mommy e Frankie Cosmos, e o rock enérgico de Snail Mail. Canções que parecem pensadas para grudar na cabeça do ouvinte, efeito direto do lirismo honesto que marcada cada lançamento da artista.

Perfeita representação do som incorporado pela artista ecoa com naturalidade nas recentes Is There Something in the Movies? e Fit N Full. Parte do repertório de 11 faixas que recheiam The Baby, cada canção evidencia um lado diferente da identidade criativa da cantora. De um lado, um rock lento e melancólico, conceito anteriormente testado em músicas como Django e Paris. No outro, a força das guitarras e busca declarada por uma sonoridade cada vez mais pop, proposta que amplia a essência radiante de Someone Tell The Boys e demais faixas já conhecidas de Samia.


The Baby

01 Pool
02 Fit N Full
03 Big Wheel
04 Limbo Bitch
05 Stellate
06 Triptych
07 Does Not Heal
08 Waverly
09 Winnebago
10 Minnesota
11 Is There Something in the Movies?

The Baby (2020) será lançado em 28/8 via Grand Jury.



Samia – Fit N Full



Samia – Is There Something in the Movies?

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.