Sevdaliza: “Oh My God”


Quem há tempos acompanha o trabalho de Sevdaliza sabe que a artista não costuma esperar muito tempo entre uma composição inédita e outra. Poucos meses após o lançamento de Martyr, a cantora e compositora de origem iraniana está de volta com mais uma criação autoral. Em Oh My God, sintetizadores atmosféricos, batidas e vozes cíclicas vão do R&B ao art pop em uma linguagem própria da musicista, estrutura que naturalmente aponta para o repertório apresentado no denso ISON (2017), bem-sucedido debute e casa de músicas importantes como Amandine Insensible e Hero.

A principal diferença em relação aos antigos trabalhos de Sevdaliza está no forte discurso político presente nos versos, efeito direto das tensões entre Estados Unidos e o Irã, de onde descende a artista. “Quem eu devo ser? / O que você quer quando vem me buscar? / Toda vez, você é um novo mal / À espera de um anjo que você traz para o inferno“, canta enquanto fragmentos eletrônicos se revelam em pequenas doses. Assim como o material apresentado em Darkest Hour, lançada no último ano, Oh My God faz parte do novo álbum de estúdio da cantora, previsto para os próximos meses.



Sevdaliza – Oh My God

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.