Siba: “Tempo Bom Redondin”


Coruja Muda (2019), esse foi o título para o novo álbum de estúdio do cantor e compositor pernambucano Siba. Sequência ao político De Baile Solto – 9º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Brasileiros de 2015 –, o trabalho que conta com distribuição pelos selos EAEO Records e YB Music deve reforçar a essência regionalista do artista, conceito que vem sendo aprimorado desde a sequência de obras com os integrantes da Fuloresta, caso de Fuloresta do Samba (2002) e Toda Vez Que Dou Um Passo o Mundo Sai Do Lugar (2007), um dos grandes exemplares da música brasileira na última década.

Poucas semanas após o lançamento de Barato Pesado, Siba está de volta com mais uma composição inédita. Em Tempo Bom Redondin, o músico o músico pernambucano discute a necessidade das pessoas em controlar o tempo. “Já teve um tempo que atrás do tempo eu andava / Mas o tempo sempre estava no fim da reta sem fim / Eu achava muito ruim viver correndo atrás dele / Dei um pulo e montei nele / E ele ficou redondin”, canta enquanto guitarras e batidas cíclicas abrem passagem para os músicos Mestre Nico (voz, trombone e percussão), Lello Bezerra (guitarra), Rafael Dos Santos (bateria) e Dustan Gallas (teclados). 

Coruja Muda (2019) será lançado em 6/9 via EAEO Records / YB Music.


Siba – Tempo Bom Redondin


One thought on “Siba: “Tempo Bom Redondin”

Leave a Reply