Soccer Mommy: “Lucy”


Os últimos meses foram bastante corridos para quem acompanha o trabalho de Soccer Mommy. Com a boa repercussão do terceiro álbum de estúdio da cantora e compositora norte-americana, Clean — 32º colocado em nossa lista com Os 50 Melhores Discos Internacionais de 2018 —, Sophie Allison, nome aos comandos do projeto, foi convidada a excursionar pelos Estados Unidos não apenas para divulgar o trabalho, mas para se apresentar na abertura de shows para nomes como Vampire Weekend. Nada que prejudique o esforço da artista em revelar ao público novas composições.

É o caso da recém-lançada Lucy. Com versos inspirados pelo próprio demônio, ou Lúcifer, a canção nasce como uma versão ampliada de tudo aquilo que a artista estadunidense havia testado no ano anterior. Onde antes ecoavam melodias acústicas, por vezes minimalistas e contidas, agora borbulham guitarras e ruídos deliciosamente nostálgicos, como um diálogo breve da artista com o som produzido na década de 1990. Um estranho cruzamento de ideias e referências criativas que vai de Liz Phair ao amadurecer conceitual do Wilco, com quem também tem se apresentado ao vivo.


Soccer Mommy – Lucy