STACEY: “Worst part”

STACEY

.

Harmonias amargas de pianos, vozes apresentadas de forma sutil e um catálogo de recordações melancólicas. Seja bem vindo ao universo da candense STACEY. Na contramão de outras cantoras recentes – cada vez mais influenciadas pelo brilho sombrio do R&B exposto na década de 1990 -, a artista de Toronto, Canadá encontra na delicadeza e na economia de sons um mecanismo simples, mas eficiente para prender o ouvinte. Em Worst Part, mais novo lançamento da artista, pianos e um arranjo de cordas quase imperceptível regem a atuação da cantora, que ao longo de quatro minutos arrasta o ouvinte para o mundo cinza que flutua a sua volta. A canção é parte do primeiro EP da artista, trabalho que deve ser apresentado no começo do próximo ano e já desperta grande atenção. Tristinho.

.

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/106927871″ width=”100%” height=”166″ iframe=”true” /]

STACEY – Worst part

Jornalista, criador do Miojo Indie e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.