Swans: “Oxygen”

Swans

.

Bastou ao veterano Michael Gira lançar a crua A Little God In My Hands para deixar toda a massa de ouvintes do Swans com os cabelos em pé. Primeiro single do novo trabalho em estúdio da banda, To Be Kind (2014), a canção conseguiu quebrar o universo semi-orquestral que era explorado desde o retorno do grupo/músico com My Father Will Guide Me up a Rope to the Sky, de 2010, e depois aperfeiçoado no (já) clássico The Seer, de 2012. Na mesma linha do primeiro single, a recém-lançada Oxygen eleva ainda mais o esforço caótico do projeto.

Em uma formação que vai do Art Rock, ao Jazz, mergulhando na sombra densa do Pós-Punk, a faixa mantém firme o enquadramento crescente dos arranjos – uma das marcas do Swans desde os primeiros álbuns. Extensa, a música equilibra exatos oito minutos de vocais berrados, batidas secas e uma intervenção de metais que invadem a mente do ouvinte com surpresa. Tão jovial quanto em idos dos anos 1980 – talvez mais -, Gira testa experimentos e fórmulas sem estacionar em um ponto específico, proposta que entrega a completa ausência de previsão em torno do novo álbum. Com lançamento pelo selo Young Gold, To Be Kind chega no dia 13 de maio.

.


Swans – Oxygen