Em um intervalo de apenas cinco anos, Abel Tesfaye se transformou em um gigante da música Pop/R&B. Da apresentação com três obras de peso para o gênero – House of Balloons, Thursday e Echoes of Silence –, passando pela entrada em uma grande gravadora com Kiss Land (2013), até alcançar o sucesso em Beauty Behind the Madness (2015), cada registro apresentado pelo cantor, compositor e produtor canadense se revela como a passagem para um mundo de sonhos, medos, delírios e declarações de amor. Uma discografia marcada pelos sentimentos.

Com a passagem do The Weeknd pelo Lollapalooza Brasil 2017 – edição que ainda conta com nomes como The XX, The Strokes, MØ e Tegan and Sara –, aproveitamos para organizar toda a obra do artista canadense em mais uma edição do Cozinhando Discografias. Da estreia com House of Balloons (2011), ao último álbum de estúdio, Starboy (2016), classificamos cada um dos registros do pior para o melhor lançamento.

Continue Reading "Cozinhando Discografias: The Weeknd"

. Seja por pressão da gravadora ou dificuldade de adaptação, uma coisa é certa, perto da sequência de obras apresentadas por Abel Tesfaye em Trilogy (2012) – House of Balloons, Thursday eEchoes of Silence -, Kiss Land (2013) é um trabalho de qualidade inferior. Boas composições e letras fortes aparecem aqui e ali – caso de Live For, Wonderlust ou da própria faixa-título -, nada que se compare ao catálogo de versos e arranjos provocantes dos primeiros registros, elementos responsáveis por catapultar a obra do…Continue Reading “The Weeknd: “In The Night” (VÍDEO)”

. Pelo visto não é só o grande público que está gostando de Beauty Behind the Madness (2015). Quinto registro em estúdio do canadense The Weeknd, o álbum marcado por faixas confessionais como Often, Can’t Feel My Face e Tell Your Friends aos poucos tem sido interpretado por diferentes vozes e artistas da cena norte-americana. É o caso da banda de New Jersey, Titus Andronicus, que decidiu criar sua própria versão do hit The Hills. Seguindo a proposta “dramática” da banda, a música originalmente produzida por Kanye West se transforma…Continue Reading “Titus Andronicus: “The Hills” (The Weeknd Cover)”

. Abel Tesfaye finalmente conseguiu. Dois anos após o lançamento do instável Kiss Land (2013), obra que apresentou o The Weeknd dentro de uma grande gravadora, o produtor, compositor e cantor canadense parece ter encontrado o equilíbrio, transformando o aguardado Beauty Behind the Madness (2015), segundo álbum de estúdio, em uma obra que abraça tanto o clima “experimental” dos primeiros trabalhos lançados de forma independente – House of Balloons, Thursday e Echoes Of Silence – como o som “pop” da estreia pelo selo Republic. Um bom exemplo disso está em…Continue Reading “The Weeknd: “Tell Your Friends” (VÍDEO)”