Quem esperava por um novo arrasa-quarteirões como Feel Good Inc. ou o pop melódico de On Melancholy Hill acabou encontrando algo mais em Hallelujah Money. Primeira composição inédita do Gorillaz em seis anos, a faixa que prepara o terreno para o novo álbum de estúdio do coletivo criado por Damon Albarn e Jamie Hewlett reforça o fino conceito sarcástico que há mais de uma década orienta grande parte das canções da banda.

Com versos assumidos pelo cantor e compositor inglês Benjamin Clementine, também personagem central do estranho vídeo que acompanha a canção, Hallelujah Money debate o culto e toda a adoração (quase) religiosa em torno do dinheiro. Repleto de referências políticas, o vídeo dirigido por Giorgio Testi ainda serve como um ataque ao novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Há poucas semanas, Noodle, uma das integrantes da banda, apresentou uma mixtape repleta de músicas compostas por mulheres fortes.

 

Gorillaz – Hallelujah Money (feat. Benjamin Clementine)

Continue Reading "Gorillaz: “Hallelujah Money” (feat. Benjamin Clementine)"

 

Mais conhecida pelo trabalho como uma das bateristas do Hot Chip, nas horas vagas, Sarah Jones assume o comando do Pillow Person. Trata-se de um projeto de música pop/eletrônica que transita pelo mesmo universo de artistas como Jessy Lanza e parte expressiva dos integrantes do selo PC Music. Vozes carregadas de efeitos, batidas frenéticas e sintetizadores que flertam com diferentes conceitos lançados na década de 1990.

Com um bom single em mãos, Go Ahead, em dezembro do último ano, a produtora apresentou ao público a inédita On Your Way, uma canção minimalista, doce e repleta de fragmentos eletrônicos. Agora transformada em clipe, o trabalho acaba assumindo o mesmo conceito delicado. No vídeo, Jones surge com o rosto e parte do corpo cobertos de glacê, emulando o tecido de uma roupa. A direção do trabalho é de Isaac Eastgate.

 

Pillow Person – On Your Way

Continue Reading "Pillow Person: “On Your Way” (VÍDEO)"

 

Em meio a tantas composições fortes que abastecem o segundo álbum de estúdio do Carne Doce, Princesa (2016), a tímida Eu Te Odeio nasce como um precioso respiro. Entre arranjos contidos de guitarras, a voz doce de Salma Jô se derrete, espalhando pequenas provocações, dúvidas e declarações de amor que alimentam o cotidiano de qualquer casal – “Vai, me fotografa / Diz, você me acha bonita? / Eu tenho tanto medo de esquecer o seu cheiro“,

A mesma intimidade que movimenta os versos acaba se refletindo no clipe produzido pelo Estúdio BÃO. Embaixo do chuveiro, Jô e marido, Macloys Aquino, guitarrista do Carne Doce, trocam carícias e as próprias roupas enquanto a música sutilmente se espalha ao fundo das imagens. Um perfeito diálogo entre som e imagem, cuidado também explícito no vídeo de Artemísia, trabalho lançado pela banda no último ano e um dos Melhores Clipes de 2016.

 



Carne Doce – Eu Te Odeio

Continue Reading "Carne Doce: “Eu Te Odeio” (VÍDEO)"

 

Em HEAL – 34º lugar na nossa lista dos 50 Melhores Discos Internacionais de 2014 –, Timothy Showalter transportou o som produzido pelo Strand Of Oaks para um território melódico, base de músicas intensas como Goshen ’97. Em Rest of It, mais recente criação assinada pelo artista norte-americano, uma extensão crua, porém, nostálgica do som mesmo trabalho lançado há três anos. Guitarras e vozes que vão de Bruce Springsteen aos primeiros discos do Guns ‘n’ Roses.

Parte do novo álbum de inéditas do músico, Hard Love (2017), trabalho que já conta com a excelente Radio Kids, a nova composição mostra a busca de Showalter pelo mesmo rock produzido em grande parte da década de 1980. O mesmo aspecto “empoeirado” da presente canção acaba se refletindo no clipe produzido pela Weird Life Films. Uma coleção de imagens caseiras, sujas e luzes neon que carcaterizam a ambientação do projeto.

Hard Love (2017) será lançado no dia 27/02 via Dead Oceans.

 

Strand of Oaks – Rest of It

Continue Reading "Strand of Oaks: “Rest of It” (VÍDEO)"

 

Jamie Stewart sempre fez do uso de temas experimentais a base para cada novo registro do Xiu Xiu. Depois de brincar com a obra de David Lynch e Angelo Badalamenti no álbum Plays the Music of Twin Peaks (2016), o cantor e compositor californiano está de volta com um novo registro de inéditas. Intitulado FORGET (2017), o registro que já conta com a boa Wondering, ganha um poderoso reforço com o lançamento da inédita Jenny GoGo.

Menos acessível em relação ao material entregue no último ano, a nova faixa encanta pela forma como Stewart lida com o caos. Entre ruídos e batidas que parecem saídas de algum trabalho do Suicide, o músico detalha melodias sutis, como pequenos (e improváveis) respiros. A mesma estrutura explorada em Wondering, porém, orientada de forma ainda mais intensa dentro da presente canção. Jenny GoGo ainda conta com um clipe dirigido por Emp.Bikutoru.

 

Xiu Xiu – Jenny GoGo

Continue Reading "Xiu Xiu: “Jenny GoGo” (VÍDEO)"

 

Lydia Ainsworth pegou muita gente de surpresa com o lançamento do primeiro álbum de estúdio, o experimental Right from Real (2014). Três anos após a produção do registro, a cantora e compositora canadense anuncia a chegada de um novo trabalho de inéditas. Trata-se de Darling Of The Afterglow (2017), uma seleção com 11 composições inéditas que refletem a busca da jovem artista por um som mesmo complexo, talvez íntimo de uma parcela maior do público.

Música de abertura do disco, The Road sintetiza com naturalidade essa passagem de Ainsworth para um novo terreno criativo. Utilizando de batidas, pianos e temas eletrônicos, a cantora passeia pelo mesmo R&B/Pop de artistas como Banks e FKA Twigs, porém, de forma autoral, quebrando a canção em pequenos experimentos e passagens detalhadas pelo uso de boas melodias. O mesmo esmero se reflete no clipe da canção, trabalho dirigido por Abby Ainsworth, irmã da cantora.

 

Darling Of The Afterglow

01 The Road
02 What Is It?
03 Ricochet
04 Afterglow
05 Open Doors
06 Spinning
07 Into The Blue
08 Wicked Game
09 I Can Feel It All
10 WLCM
11 Nighttime Watching

Darling Of The Afterglow (2017) será lançado no dia 31/03 via Arbutus/Bella Union.

 

Lydia Ainsworth – The Road

Continue Reading "Lydia Ainsworth: “The Road” (VÍDEO)"

 

Como vocalista e líder do The Antlers, Peter Silberman deu voz a uma sequência de registros marcados pela confissão e forte melancolia. Trabalhos como o doloroso Hospice (2009), obra-prima do grupo norte-americano, e outros registros também importantes, como Burst Apart (2011) e, o mais recente deles, Familiars (2014). Em carreira solo, a continuação desse projeto, ponto de partida para a recém-lançada New York.

Parte do primeiro álbum em carreira solo de Silberman, Impermanence (2017), a canção movida pelo uso de guitarras e vozes tímidas segue de forma acessível em relação aos experimentos testados pelo músico no EP Transcendless Summer, de 2016. Um ato curto, contido, porém, completo pela força dos sentimentos e versos assinados pelo compositor. No clipe da faixa, imagens em preto e branco que mostram o cotidiano da cidade Nova York há poucas décadas.

Impermanence (2017) será lançado no dia 24/02 via Anti-.

 

Peter Silberman – New York

Continue Reading "Peter Silberman: “New York” (VÍDEO)"

 

Originalmente concebidas durante as sessões que resultaram no derradeiro Blackstar – 6º lugar na nossa lista dos 50 Melhores Discos Internacionais de 2016 –, as inéditas No Plan, Killing A Little TimeWhen I Met You acabam de ser agrupadas em um novo trabalho de David Bowie: No Plan EP (2017). Com produção de Tony Visconti, parceiro de longa data do músico britânico, o registro ainda chega acompanhado de Lazarus, uma das principais canções do último álbum do camaleão do rock.

Como indicado durante o lançamento de Killing a Little Time, em outubro do último ano, as três “novas” composições seguem de perto a trilha deixada por Bowie e seus parceiros de estúdio. Um som essencialmente melancólico, intimista e recheado por ambientações típicas do jazz. Para a divulgação do trabalho, o diretor Tom Hingston, artista que já trabalhou com nomes como Massive Attack, foi convidado a produzir um lyric video para No Plan.

 

David Bowie – No Plan EP

Continue Reading "David Bowie: “No Plan EP”"

 

A mudança de direção assumida pelo Dirty Projectors em Keep You Name segue dentro do novo single da banda nova-iorquina. Em Little Bubble, mais recente invento de David Longstreth, melodias eletrônicas e vozes brandas detalham um novo fragmento da poesia intimista produzida pelo músico. Minuciosa, a canção dosa os experimentos testados há poucos meses, mergulhando na mesma atmosfera doce do álbum Swing Lo Magellan, de 2012.

Assim como o single anterior, entregue ao público em setembro do último ano, Little Bubble prepara o terreno para o novo álbum de inéditas do grupo norte-americano. A canção chega acompanhada de um precioso clipe dirigido por Adam Newport-Berra, cineasta que já trabalhou ao lado de artistas como Killer Mike e Francis and The Lights, além, claro, de dirigir o vídeo de Impregnable Question, do próprio Dirty Projectors.

 

Dirty Projectors – Little Bubble

Continue Reading "Dirty Projectors: “Little Bubble” (VÍDEO)"

 

Christopher Taylor passou os últimos meses preparando o terreno para a chegada do segundo álbum de inéditas do SOHN, Rennen (2017). Com previsão de lançamento para a próxima semana, o sucessor do debut Tremors (2014) acaba de ter mais uma de suas composições apresentadas ao público. Trata-se de Hard Liquor, uma perfeita síntese do R&B eletrônico produzido pelo artista britânico desde o início da carreira.

Dividida em pequenos atos, a canção se espalha em meio ao cuidadoso jogo de batidas e vozes. Uma versão descomplicada do mesmo material produzido pela conterrânea FKA Twigs, como se Taylor buscasse pelo mesmo pop melancólico de artistas como How To Dress Well e Banks. Uma das principais canções do novo álbum até aqui, Hard Liquor ainda chega acompanhada de um precioso clipe em preto e branco dirigido por Jovan Todorovic.

Rennen (2017) será lançado no dia 13/01 via 4AD.

 

SOHN – Hard Liquor

Continue Reading "SOHN: “Hard Liquor” (VÍDEO)"