Quem esperava por um novo álbum de estúdio do Spoon foi pego de surpresa durante o lançamento da inédita I Ain’t The One. Apresentada ao público em dezembro do último ano, durante os créditos da série Shameless, a canção é apenas a ponta do pequeno iceberg intitulado Hot Thoughts (2017), primeiro grande álbum do trabalho do grupo texano em três anos e um retorno ao selo Matador Records, casa do grupo nos primeiros anos de carreira.

Parte do novo álbum de inéditas da banda, a homônima canção de abertura mostra a busca do Spoon por novas sonoridades. Enquanto os instantes iniciais da faixa mergulham no mesmo som melódico do álbum They Want My Soul – 21º lugar na nossa lista dos 50 Melhores Discos Nacionais de 2014 –, a partir da segunda metade da canção, Britt Daniel e os demais parceiros de banda brincam com os experimentos, tornando incerto o caminho seguido pelo Spoon.

 

Hot Thoughts

01 Hot Thoughts
02 WhisperI’lllistentohearit
03 Do I Have to Talk You Into It
04 First Caress
05 Pink Up
06 Can I Sit Next to You
07 I Ain’t the One
08 Tear It Down
09 Shotgun
10 Us

Hot Thoughts (2017) será lançado no dia 17/03 via Matador.

 

Spoon – Hot Thoughts

Continue Reading "Spoon: “Hot Thoughts”"

 

De todas as canções apresentadas nas últimas semanas, JJPink White House continuam como as mais intensas e interessantes. Parte do primeiro álbum de estúdio do Priests, Nothing Feels Natural (2017), as duas faixas replicam o mesmo cuidado e energia que marca toda a sequência de músicas produzidas pela banda nos primeiros registros caseiros. Vozes, guitarras e batidas que se encontram de forma sempre caótica, explosiva.

Curioso perceber na recém-lançada faixa-título do disco uma fuga dessa mesma sonoridade. Composta durante um período de depressão da vocalista e líder Katie Alice Greer, Nothing Feels Natural fala sobre o desejo de mudança em um estágio onde todas as coisas parecem não funcionar direito. Uma poesia entristecida, ainda que esperançosa, conceito que acaba se refletindo com naturalidade na construção dos arranjos que marcam a canção.

Nothing Feels Natural (2017) será lançado no dia 27/01 via Sister Polygon.

 



Priests – Nothing Feels Natural

Continue Reading "Priests: “Nothing Feels Natural”"

 

Desde o lançamento de America, em outubro do último ano, que cada nova composição do Foxygen se revela como um verdadeiro acerto. Em boa fase, a dupla californiana prepara o terreno para a chegada de um novo álbum de estúdio, Hang (2017), primeiro registro de inéditas da banda formada por Sam France e Jonathan Rado desde o duplo …And Star Power (2014). Em On Lankershim, novo single do grupo, um novo achado musical.

Claramente inspirada pelo rock da década de 1970, principalmente David Bowie no clássico Young Americans (1975), a canção segue exatamente de onde o Foxygen parou em novembro do último ano, brincando com os mesmos conceitos apresentados na excelente Follow The Leader. Junto da composição, a banda aproveita para apresentar um clipe caseiro de Danny Lacy. Nas imagens, um passeio pelo centro de Los Angeles em um Mustang conversível.

Hang (2017) será lançado no dia 20/01 via Jagjaguwar.

 

Foxygen – On Lankershim

Continue Reading "Foxygen: “On Lankershim” (VÍDEO)"

 

Star Roving, esse é o título da primeira composição inédita do Slowdive em 22 anos. Ponto de partida para um novo registro de estúdio do grupo de Reading – o primeiro desde o ótimo Pygmalion, lançado em 1995 –, a canção parece seguir exatamente de onde a banda parou no meio da década de 1990. Vozes submersas, paredões imensos de guitarras e texturas produzidas a partir da atenta sobreposição de ruídos. Pouco mais de cinco minutos em que a essência do grupo britânico se revela por completo.

Formado no final da década de 1980, o Slowdive conta com um limitado, porém, rico acervo de obras. Entre os trabalhos da banda, o clássico Souvlaki (1993), um dos principais registros da década de 1990 e a inspiração para diferentes projetos do dream pop/shoegaze recentes. Em hiato desde 1995, o grupo anunciou o retorno aos palcos em 2014 com uma série de apresentações ao vivo. Com lançamento pelo selo Dead Oceans, o novo disco da banda  para os próximos meses.

 

Slowdive – Star Roving

Continue Reading "Slowdive: “Star Roving”"

 

Mais conhecido pelo trabalho com o Pavement, Scott Kannberg, também integrante da banda Preston School of Industry, anuncia a chegada de um novo álbum sob o título de Spiral Stairs. Intitulado Doris & The Daggers (2017), o registro de dez faixas é o primeiro trabalho do músico norte-americano desde o álbum The Real Feel, de 2009. Para a divulgação do registro, Kannberg apresenta ao público a inédita Dance (Cry Wolf).

Estranhamente polida quando observamos os antigos trabalhos do músico, a faixa dominada pelo uso de boas guitarras, íntimas de gigantes dos anos 1980, como R.E.M., lentamente se espalha e meio a versos convidativos, descomplicados. No clipe da faixa, a presença de Jason Lytle, líder do Grandaddy e um dos parceiros de Kannberg no trabalho. O registro ainda conta com a presença de nomes como Matt Berninger (The National) e Kevin Drew (Broken Social Scene).

 

Doris & The Daggers

01 Dance (Cry Wolf)
02 Emoshuns
03 Dundee Man
04 AWM
05 No Comparison
06 The Unconditional
07 Trams (Stole My Love)
08 Exiled Tonight
09 Angel Eyes
10 Doris And The Daggers

Doris & The Daggers (2017) será lançado no dia 27/03 via Nine Mile/Domino

 

Spiral Stairs – Dance (Cry Wolf) 

Continue Reading "Spiral Stairs: “Dance (Cry Wolf)”"

 

Depois de um longo período de hiato, Brian King e David Prowse anunciaram a chegada do terceiro álbum de inéditas do Japandroids: Near To The Wild Heart Of Life (2017). Primeiro disco de estúdio da dupla canadense desde o elogiado Celebration Rock – 8º lugar na nossa lista dos 50 Melhores Discos Internacionais de 2012 –, o novo álbum fez da enérgica Near To The Wild Heart Of Life um estímulo para aguardado registro.

Em No Known Drink Or Drug, mais novo single da dupla de Vancouver, uma extensão segura da mesma sonoridade. Entre guitarras crescentes e batidas pontuais, vozes em coro servem de base para a construção de versos melódicos, mesmo ocultos em meio a pequenas camadas de ruídos. Pouco mais de três minutos em que King e Prowse estabelecem pequenos atos, resgatando uma série de elementos originalmente testados nos primeiros registros do Japandroids.

Near To The Wild Heart Of Life (2017) será lançado no dia 27/01 via Anti-.

 

Japandroids – No Known Drink Or Drug

Continue Reading "Japandroids: “No Known Drink Or Drug”"

 

Quem esperava por alguma novidade do Temples não deve ter se decepcionado com o lançamento de Certainty. Primeiro single do novo álbum de inéditas da banda britânica, Volcano (2017), a canção segue exatamente de onde o quarteto parou há três anos durante o lançamento do pop Sun Structure (2014). Um rock psicodélico radiante, pegajoso, como uma versão aprimorada do mesmo material apresentado nos principais singles da banda.

O mesmo cuidado se reflete na inédita Strange Or Be Forgotten. Parte do novo álbum de inéditas da banda, a canção parece o resultado de um possível encontro entre os australianos do Tame Impala e a banda norte-americana MGMT. Um jogo de vozes, guitarras e sintetizadores melódicos, semi-dançantes, como se a música psicodélica da década de 1960 fosse filtrada pelo que há de mais pop e acessível na música atual.

Volcano (2017) será lançado no dia 03/03 via Heavenly e Fat Possum

 

Temples – Strange Or Be Forgotten

Continue Reading "Temples: “Strange Or Be Forgotten”"

 

Reverenciar o passado deu a Will Toledo a possibilidade de produzir um clássico recente do rock norte-americano. Em Teens of Denial – 14º lugar na nossa lista dos 50 Melhores Discos Internacionais de 2016 –, o guitarrista e líder do Car Seat headrest faz de cada composição presente no registro um diálogo nostálgico com a música produzida por diferentes artistas da década de 1990. Um som empoeirado que se repete em New Religion, canção inédita do Gold Connections, mas que leva a assinatura de Toledo.

Comandada por Will Marsh, parceiro de longa data do músico, a banda anuncia para o mês de março a chegada do primeiro EP pelo selo Fat Possum Records. Em New Religion, canção escolhida para apresentar o trabalho, Marsh e Toledo finalizam uma composição sensível e crescente, produzida a partir da lenta sobreposição de guitarras, vozes e distorções semi-psicodélicas. Um bom aperitivo enquanto o Car Seat Headrest não aparece com um novo álbum de inéditas.

 

Gold Connections – New Religion

Continue Reading "Gold Connections: “New Religion”"

 

Romântico, cafona, sensível. Em Beijos (2016, Pug Records), primeiro álbum de inéditas em três anos, o cantor e compositor mineiro Filipe Alvim faz de cada composição ao longo do registro um fragmento marcado pela confissão. Entre sussurros melancólicos (“Você pensa que está bom / Mas podia estar melhor”) e versos essencialmente intimistas (“Você tem / O poder / Sobre mim”), a construção de um trabalho que parece feito para grudar na cabeça do ouvinte.

Inaugurado pelos dramas e versos atormentados de Vida Sem Sentido, faixa de abertura do disco, o sucessor de Zero EP (2013) mais uma vez posiciona Alvim como personagem central de uma obra marcada pela desilusão. Enquanto os arranjos de guitarra se desmancham lentamente, revelando um som empoeirado, íntimo dos trabalhos de Mac DeMarco e outros românticos do rock atual, uma solução de versos amargos aponta a direção seguida em grande parte do trabalho. Leia o texto completo.

Com produção de Lauro Müller, Super Suco é o mais novo (e divertido) clipe do cantor e compositor mineiro Filipe Alvim. A canção faz parte do primeiro álbum “de estúdio” do músico, o romântico Beijos – 40º lugar na nossa lista dos 50 Melhores Discos Nacionais de 2016.

Filipe Alvim – Super Suco

Continue Reading "Filipe Alvim: “Super Suco” (VÍDEO)"

 

Com previsão de lançamento para fevereiro do próximo ano, Infinite Worlds (2017) é o nome do primeiro álbum de estúdio da cantora Laetitia Tamko como Vagabon. Dona de um reservado acervo de faixas, a artista residente na região do Brooklyn, em Nova York encontra no rock alternativo dos anos 1990, além de nomes como Sampha e Erykah Badu a base para o próprio trabalho. Um universo de pequenas referências que cresce dentro do mais recente single da artista, The Embers.

Composição escolhida para anunciar Infinite Worlds, The Embers segue a trilha de uma série de cantoras recentes, caso de Waxahatchee, com quem Tamko se apresentou recentemente, além de outras como Torres e o grupo canadense Alvvays. Versos sempre intimistas, inicialmente serenos, mas que acabam conquistando espaço na estrutura crescente das guitarras e batidas que se espalham ao fundo da canção. O vídeo da faixa conta com direção de Zadie.

Infinite Worlds (2017) será lançado no dia 24/02 via Father/Daughter Records.

 

Vagabon – The Embers

Continue Reading "Vagabon: “The Embers” (VÍDEO)"