Tag Archives: Notícias

Charme Chulo: “Crucificados Pelo Sistema Bruto”

.

No dia 14 de dezembro, grande parte dos veículos nacionais já devem ter fechado suas listas de melhores lançamentos do ano. Um erro. Quem assumir tal decisão vai ter deixado para trás um dos grandes trabalhos de 2014: Crucificados Pelo Sistema Bruto. Terceiro álbum de estúdio da banda curitibana Charme Chulo, o registro duplo é uma coleção de 20 faixas que resume um pouco do “hiato” da banda desde o lançamento de Nova Onda Caipira, em 2009. Com o financiamento do trabalho recém-confirmado pelo Catarse.me, a banda resolveu presentear o público com seis ótimas composições.

Trata-se de um aperitivo do novo álbum; um conjunto de seis composições inéditas que rechearão o mais abrangente ato do coletivo caipira. Além da parceria com Hélio Flanders em Fuzarca, o grupo comandado por Igor Filus e Leandro Delmonico entregou as ótimas Palhaço de Rodeio, É que às Vezes (Melhor é Morar na Fazenda), Dia de Matar Porco, Carcaça Sensacional e Multi Stillus. O nome do disco – uma brincadeira com o clássico Crucificados Pelo Sistema (1984), da banda Garotos Podres e Sistema Bruto da dupla Chitãozinho & Xororó – resume parte do acervo que deve ser apresentado na íntegra em dezembro. Veja a agenda de shows da banda.

.

Charme Chulo – Fuzarca (part. Hélio Flanders)

.

Charme Chulo – Palhaço de Rodeio

.

Charme Chulo – É que às vezes (melhor é morar na fazenda)

.

Charme Chulo – Dia de Matar Porco

.

Charme Chulo – Carcaça sensacional

.

Charme Chulo – Multi stillus

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , , , , , , ,

Iceage: “Plowing Into The Field Of Love”

.

Desde o lançamento da faixa The Lord’s Favorite no final de julho e o natural anúncio de Plowing Into The Field Of Love (2014), terceiro álbum do Iceage, os membros da banda dinamarquesa se esforçaram para impressionar o próprio público. Com uma sequência de faixas intensas, tomadas por novas referências – Forever, How Many e Glassy Eyed, Dormant And Veiled – chega a hora de ter acesso ao conteúdo total do trabalho que chega para ocupar o lugar de New Brigade (2011) e Your Are Nothing (2013).

Com distribuição pelo selo Matador, o trabalho de 12 faixas pode ser apreciado na íntegra em uma playlist divulgada pela banda no Youtube. Além das quatro faixas apresentadas inicialmente – em clipe ou mesmo lançadas em vídeos promocionais -, músicas como Let It Vanish, Against the Moon ou mesmo a própria faixa-título podem ser ouvidas gratuitamente logo abaixo. O texto completo sobre o disco – de longe, um dos melhores do ano -, você encontra no site na próxima semana.

.

Iceage – Plowing Into The Field Of Love

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , ,

Glow In The Dark: Dave Rowntree (Blur)

No dia 20 de setembro, sábado, a Glow In The Dark recebe sua primeira atração internacional. E não é pouca coisa: Dave Rowntree, baterista do Blur, faz um DJ set na festa com muito rock, indie-rock e britpop. Essa é a primeira vez do Dave no Brasil e vai ser seu único set em São Paulo, então não dá pra perder. E, como a Glow é a Glow, também não vai faltar tinta neon, luz negra, canetas fluorescentes e glowsticks pra deixar a noite completa. Separa sua camiseta branca e vem. Abaixo, uma playlist de aquecimento para a festa:

Ingressos antecipados: www.bit.ly/GlowTickets
1º Lote: R$ 35,00 / 2º Lote: R$ 40,00
Na porta: R$60

O Cine Joia inteiro vai ser tomado por luz negra! Lá dentro, vamos distribuir canetas fluorescentes para você pintar, marcar, zoar e ~flertar~ na camiseta alheia. Com a luz negra, o brilho das canetas fica bem mais forte – mas a camiseta tem que ser branca! Também tem maquiagem fluorescente pra quem chegar cedo e glowsticks. Quer ver as fotos das edições passadas pra você se inspirar? Clica aqui: http://facebook.com/brilhanoescuro/photos

O que toca na festa?

A noite inteira vai ser tomada por muito indie-rock e indie-pop! The Killers, Of Monsters and Men, Franz Ferdinand, Phoenix, Black Keys, Strokes, Foster The People, Two Door Cinema Club, Empire of the Sun, The Runaways, The Ting Tings, Arctic Monkeys, Justice, Interpol, Vampire Weekend, Florence and the Machine, MGMT, Daft Punk, Kaiser Chiefs, The Kooks, QOTSA, Yeah Yeah Yeahs, Cake, Fratellis e por aí vai.

Desconto para aniversariantes

A lista de aniversariantes já lotou! Mas aproveita que dá pra garantir seu ingresso antecipado e pagar menos.

Line-Up

Dave Rowntree (Blur)
Alex Correa (Glow In The Dark)
Poms (Indieoteque)
Marçal Righi (Move That Jukebox)

Fotos: Wesley Allen (I Hate Flash) e Denise Machado

Curtiu a flyer da festa? Quem faz é o Vitor Pereira, da Caxahell: https://www.facebook.com/caxahell

Serviço:

Glow in the Dark – Cine Joia
Sábado, 20 de setembro – 23h00
1º Lote: R$ 35,00 / 2º Lote: R$ 40,00
Camarote: R$ 55,00 (direito a entrada sem fila, maquiadora glow exclusiva e salgadinhos).
Na porta: R$ 60,00
Locais de venda: Pela internet, nesse link – www.bit.ly/GlowTickets
Ou no Cine Joia: Praça Carlos Gomes, 82 (segunda-feira a sexta-feira, das 10h às 18h)

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , ,

Duplodeck: “Verões”

.

Quem foi surpreendido pelo trabalho da mineira Duplodeck em Brisa, faixa apresentada há poucas semanas, dificilmente vai se desmotivar com as canções lançadas em Verões (2014). Primeiro álbum de estúdio do grupo de Juíz de Fora, o registro de oito faixas é mais do que uma desconstrução do Indie-Rock-Gringo do EP de estreia, de 2011, mas a busca do coletivo em produzir uma obra essencialmente nacional, ou melhor, tropical.

Como o título do álbum resume, Verões é uma obra costurada por temas leves, descompromissados e veranis, proposta explícita logo nas inaugurais Saint-Tropez e Uns Braços. Recomendado para os amantes do Rock Alternativo – de hoje ou dos anos 1990 -, o trabalho “sujinho” pode ser baixado gratuitamente no próprio Bandcamp do grupo. Abaixo você encontra o disco – um dos melhores lançamentos nacionais do ano – para audição na íntegra.

.

Duplodeck – Verões

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , , ,

Slow Magic: “How To Run Away”

.

O uso de melodias sutis, bem como a explícita relação com o pop em Youth Group serviram para apontar a direção de How To Run Away (2014), mais novo lançamento do misterioso Slow Magic. Primeiro registro em estúdio do artista por um selo mediano – Downtown Records -, o trabalho previsto para o dia nove de setembro já pode ser apreciado na íntegra pelo site Hype Machine.

São dez canções típicas da sonoridade doce e letárgica projetada pelo músico, aspecto antes confirmado em músicas como Girls e Hold Still, apresentadas há poucos semanas como um preparativo para o disco. Para ouvir o álbum, basta dar um pulinho nesta playlist. Abaixo você encontra Waited 4 U, umas das canções que recheiam o sucessor do álbum de estreia de Slow Magic, lançado em 2012.

.

Slow Magic  – Waited 4 U

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , ,

Russo Passapusso: “Paraíso da Miragem”

.

Em meados de maio, quando Russo Passapusso apresentou as primeiras canções em carreira solo – Flor De Plástico e Paraquedas -, grande parte experiências reservadas ao então inédito Paraíso da Miragem (2014) pareciam prontamente anunciadas ao ouvinte. Ledo engano. Bastam alguns segundos no interior do trabalho para perceber quão amplo é o universo que passa a ser explorado pelo cantor – até então, mais conhecido pelo trabalho com o Baiana System.

Disponível para download gratuito no próprio site de Passapusso, o registro de 12 faixas é um verdadeiro agregado de sons, referências, versos e colaboradores. Com Curumin, Zé Nigro e Lucas Martins na produção, o trabalho carrega ainda a presença de BNegão, Anelis Assumpção, Marcelo Jeneci e Edgard Scandurra, responsáveis pelas rimas, vozes e sons que recheiam a obra. Abaixo é possível ouvir Anjo e Relógio, algumas das canções presentes no álbum. Acima, a capa do disco.

.

Russo Passapusso – Relógio

.

Russo Passapusso – Anjo

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , , , ,

Fábrica: “Dois EP”

.

Oposto ao pop-rock-Los-Hermanos do álbum de estreia, em Grão (2013) a banda carioca Fábrica conseguiu encontrar um novo e envolvendo posicionamento lírico/musical. Ainda que orientado por arranjos complexos, o trabalho, um dos 50 melhores de 2013, em nenhum momento tende ao exagero dos experimentos, mantendo firme a linha melódica inicialmente proposta por Emygdio Costa, o grande responsável pela banda.

Nada poderia ser mais satisfatório do que perceber em Dois EP (2014) a mesma sonoridade exaltada no trabalho anterior. Colaboração entre Costa e o parceiro de criação/amigo, Cadu Tenório (Ceticências, Sobre a Máquina), o pequeno registro assume em duas faixas toda a maturidade da banda. Abastecido por uma versão tímida de Vambora, da cantora Adriana Calcanhotto, o trabalho chama de fato a atenção pela sutileza de Córrego, uma criação delineada por ruídos e vozes doces, mas que resume de forma aprimorado a atual proposta da banda. Ouça abaixo.

.

Fábrica – Dois EP

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , , , ,

Darkside: “What They Say” e “Gone To Soon”

.

Quem já esperava ansiosamente por um novo álbum do Darkside foi surpreendido por uma triste notícia. No Twitter oficial da dupla, Nicolas Jarr e Dave Harrington anunciaram o fim da parceria, encerrando temporariamente qualquer atividade relacionada ao projeto. Com o último show agendado para o dia 14 de setembro no Brooklyn, em Nova York, os produtores se despedem revelando duas canções que acabaram de fora do ótimo Psychic, lançado em 2013.

Naturalmente imersas no mesmo ambiente sombrio do último registro, What They Say e Gone To Soon traduzem boa parte dos conceitos assinados pela dupla em mais de três anos de parcerias. Disponíveis para audição logo abaixo, as duas composições serão lançadas oficialmente como parte da coletânea WORK, do próprio selo de Jaar, o Other People. Além do álbum de 2013 e diferentes remixes, o Darkside acumula ainda um EP homônimo apresentado em 2011 e uma reedição do disco Random Access Memories Memories (2013) do Daft Punk.

.

Darkside – What They Say

.

Darkside – Gone To Soon

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , , , , ,

Kero Kero Bonito: “Sick Beat”

.

.

O que você poderia esperar de um projeto intitulado Kero Kero Bonito? Quem apostou em “referências orientais”, “estética Tumblr”, cores e sons “açucarados”, não apenas desvendou parte expressiva do trabalho proposto pelo trio britânico de “Hip-Hop poliglota”, como ainda foi presenteado com boa parte dos elementos expostos em Sick Beat, no novo (e divertido) single dos parceiros Sarah, Jamie e Gus.

Mesmo excêntrica, a doce criação está longe de esbarrar no mesmo campo perturbador de SOPHIE, FKA Twigs e outros nomes da presente cena britânica. Trata-se de uma versão resumida desse contexto. Pegajosa, a nova faixa abre passagem para a mixtape Intro Bonito (2014), trabalho que será apresentado oficialmente no dia 25 de agosto e conta com lançamento pelo selo Double Denim. Para outras novidades apresentadas pelo trio, basta companhar a página da banda no Facebook ou ouvir outras composições no próprio soundcloud do grupo.

.

Kero Kero Bonito – Sick Beat

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , , , ,

Onagra Claudique: “Lira Auriverde”

.

As três canções lançadas pela Onagra Claudique no EP A Hora e Vez de Onagra Claudique, de 2012, foram mais do que suficientes para garantir ao grupo um lugar de destaque na nossa lista dos 50 Melhores Discos Nacionais daquele ano. Leve e recheado por composições que resumem aspectos sutis do Indie-Folk de diferentes fases, o trabalho parece ser a base para o universo (ainda) em construção de Lira Auriverde (2014), o primeiro álbum de estúdio da banda paulistana.

Aos comandos da dupla Roger Valença e Diego Scalada, responsáveis pela banda, o registro produzido por Fabio Pinczowski e Mauro Motoki (Ludov) se encontra agora em fase de finalização. Para os últimos acertos da obra, a banda iniciou um processo de financiamento coletivo pelo Catarse – campanha que busca arrecadar R$ 11.583 ao longo de 40 dias. Os interessados em colaborar com o grupo – e reservar o próprio exemplar do disco – já podem fazer a doação por este link. Se você ainda desconhece o trabalho da banda, a lista com o primeiro EP (acima) e o doce single Arrebol (logo abaixo) vão servir como um verdadeiro estímulo.

.

Onagra Claudique – Lira Auriverde

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
Tagged , , , , , , , , , ,