Nunca antes uma música produzida por Valerie Teicher pareceu tão provocante e sedutora quanto Justify. Parte do primeiro álbum de estúdio da cantora e compositora nova-iorquina, Crawl Space (2017), a canção dominada pelas batidas e vozes fortes da artista invade o terreno do R&B de forma sensível e hipnótica. Uma extensão madura do material apresentado há poucas semanas em músicas como How Far e Keep Running.

Difícil não lembrar de FKA Twigs e outros nomes de destaque do novo R&B, entretanto, à medida que a canção avança, Teicher cerca o ouvinte, detalhando melodias eletrônicas, batidas e vozes loucas, como um fino exercício de provocação. Longe de parecer uma novidade dentro da carreira de Tei Shi, esse tipo de sonoridade vem sendo a base do som produzido pela artista desde a ótima Holiest, parceria com os britânicos do Glass Animals.

Crawl Space (2017) será lançado no dia 31/03 via Downtown/Interscope.

 

Tei Shi – Justify

Continue Reading "Tei Shi: “Justify”"

 

Responsável por uma das melhores músicas da presente década, Bassically, a cantora e produtora Valerie Teicher anuncia a chegada do primeiro álbum como Tei Shi. Intitulado Crawl Space (2017), o registro deve ampliar ainda mais o som produzido pela artista nova-iorquina, reforçando o diálogo entre a música pop, o R&B e pequenos experimentos que há tempos acompanham o trabalho da musicista, em constante transformação dentro da recente How Far.

Mais recente single da cantora, a canção exige tempo até seduzir o ouvinte completamente. Um ato lento, deliciosamente provocante, como uma versão orgânica do mesmo R&B-Eletrônico produzido por FKA Twigs, Lydia Ainsworth outros nomes próximos. Transformada em clipe, trabalho que conta com a assinatura da produtora Dreamtiger, How Far mostra Tei Shi baleada e perseguida de carro por um assassino misterioso.

Crawl Space (2017) será lançado no dia 31/03 via Downtown/Interscope.

 



Tei Shi – How Far

Continue Reading "Tei Shi: “How Far” (VÍDEO)"

 

Responsável por uma das melhores músicas da presente década, Bassically, a cantora e produtora Valerie Teicher anuncia a chegada do primeiro álbum como Tei Shi. Intitulado Crawl Space (2017), o registro deve ampliar ainda mais o som produzido pela artista nova-iorquina, reforçando o diálogo entre a música pop, o R&B e pequenos experimentos que há tempos acompanham o trabalho da musicista, em constante transformação dentro das inéditas Keep RunningHow Far.

Enquanto a primeira composição reflete o interesse de Teicher pela produção de um som cada vez mais próximo do grande público, detalhando versos e arranjos que dançam na cabeça do ouvinte, How For segue o caminho oposto. É necessário tempo até ser arrastado para dentro da composição. Um ato lento, deliciosamente provocante, como uma versão orgânica do mesmo R&B-Eletrônico produzido por FKA Twigs, Lydia Ainsworth outros nomes próximos.

Crawl Space (2017) será lançado no dia 31/03 via Downtown/Interscope.

 

Tei Shi – Keep Running

 

Tei Shi – How Far

Continue Reading "Tei Shi: “Keep Running” / “How Far”"

Em um ano de grandes lançamentos e obras de peso como To Pimp a Butterfly, In ColourCarrie & Lowell e Sobre a Vida em Comunidade, seria um erro descartar a imensa variedade de EPs – nacionais ou mesmo estrangeiros – marcados pelo mesmo desempenho assertivo. Correndo atrás do prejuízo e listando alguns dos registros de estaque nos últimos meses, abaixo você encontra uma seleção com 10 grandes lançamentos musicais de 2015. São obras que vão do Hip-Hop ao Indie Pop, do R&B ao uso de arranjos experimentais, mantendo a mesma qualidade de outros grandes registros e trabalhos “completos”.

Continue Reading "Aperitivo: 10 EPs de 2015"

. A passagem de Valerie Teicher para um ambiente típico do R&B/Soul dos anos 1980 em Bassicaly parece servir de estímulo para todo o recente arsenal da cantora nova-iorquina. Com o novo trabalho do Tei Shi a caminho, Verde EP (2015), a jovem não apenas garante continuidade ao som produzido nos últimos meses, como ainda encontra uma passagem segura para o material desenvolvido no (ótimo) primeiro EP da carreira, Saudade, lançado ainda em 2012. Fragmento mais recente a escapar do novo registro, Go Slow revela todo o arsenal…Continue Reading “Tei Shi: “Go Slow””

. Há poucas semanas Tei Shi passou a incorporar uma nova sonoridade com o lançamento de Bassically. Uma das melhores composições apresentadas pela artista recentemente, a faixa cruza temas do Dream Pop com todo um acervo de referências típicos do R&B/Disco da década de 1980, no melhor estilo Blood Orange. Ainda dentro desse mesmo universo de tendências, porém, de forma controlada, a artista nova-iorquina lança sua nova criação inédita: See Me. Lembrando (e muito) as primeiras canções apresentadas por Valerie Teicher em 2013, a peça…Continue Reading “Tei Shi: “See Me””

. De toda a nova safra de artistas nova-iorquinos, Valerie Teicher ocupa um expressivo posto de destaque. Responsável pelas melodias e vozes etéreas que apresentaram o Tei Shi há dois anos, a cantora e compositora norte-americana parece cada vez mais interessada em provar de novas experiências musicais – grande parte delas com um pé nas pistas de dança. Além do flerte com o R&B, reforçado na ótima versão para No Angel, de Beyoncé, Teicher convida o ouvinte a mergulhar nos ritmos da década de 1980…Continue Reading “Tei Shi: “Bassically””

. Inclinada ao uso de melodias etéreas e arranjos sempre sutis, Tei Shi resolveu misturar elementos típicos do próprio universo com o trabalho de Beyoncé. Dentro dos mesmos conceitos pensados para o EP Saudade, de 2012, a artista nova-iorquina apresenta uma inusitada versão para No Angel, uma das melhores composições do trabalho de estúdio da diva pop. A canção – co-autoria de Caroline Polachek (Chairlift), conterrânea de Tei Shi -, mantém firme a base R&B da versão original de No Angel, dosando com explícita delicadeza…Continue Reading “Tei Shi: “No Angel” (Beyoncé Cover)”

. Uma das grandes apostas para a música alternativa de 2014, a nova-iorquina Tei Shi pode aparece a qualquer momento com o anúncio do primeiro (e aguardado) trabalho em estúdio. Depois de surpreender com o bom Saudade EP, em 2013, e apresentar recentemente o clipe da ótima Nevermind The End, uma das melhores canções de sua autoria, chega a vez da artista colaborar em mais uma canção inédita: Holiest. Dividida entre as ambientações do R&B e certa dose de experimentação, a canção abre as portas…Continue Reading “Glass Animals: “Holiest” (ft. Tei Shi)”

. Tei Shi é uma artista em construção. Desde o lançamento do primeiro EP, Saudade, lançado em 2012, cada música lançada pela nova-iorquina se divide entre as emanações simples do pop e o uso cuidadoso de efeitos complexos. Exemplo mais interessante do trabalho da artista (até agora), Nevermind The End é uma canção que une o melhor dos dois mundos da cantora, aberta ao uso de diferentes essências e gêneros musicais. Versátil e pontuada pelo cruzamento de referências, a canção é a escolhida para se…Continue Reading “Tei Shi: “Nevermind The End””