The National: “Dark Side of the Gym” (VÍDEO)

 

Dentro desse território acolhedor e claustrofóbico na mesma proporção, Sleep Well Beast soluciona a base instrumental para a poesia dolorosa e intimista de Berninger. Versos que refletem a melancolia e completa descrença do eu lírico, vide Walk It Back (“Esqueça, nada que eu mude consegue mudar alguma coisa“); se aprofundam na construção de personagens, como em Carin at the Liquor Store (“Carin da loja de bebidas, não posso esperar para te ver“), e ainda olham com saudade para um passado recente, caso da romântica Dark Side of the Gym (“Mas eu vou te manter apaixonada por um tempo / Eu vou te manter apaixonada por mim“). Nada que se compare ao canto raivoso que dialoga de forma necessária com o atual período político dos Estados Unidos.

Claramente influenciado pelas recentes eleições presidenciais que elegeram o republicando Donald Trump, Sleep Well Beast explode lírica e musicalmente em diversos momentos. Um bom exemplo disso está na crueza de Turtleneck (“Este deve ser o gênio que aguardamos durante anos, oh não!“), faixa que observa com ironia o presente cenário político e ainda resgata a mesma crueza instrumental de obras como Sad Songs For Dirty Lovers (2003) e Alligator (2005). Uma poesia afiada, também explícita no soul-rock de The System Only Dreams in Total Darkness, música que joga de forma metafórica com a composição dos versos, detalhando o distanciamento de um casal ao mesmo tempo em que pinta um retrato conturbado da nossa sociedade. Leia o texto completo.

Dirigido e coreografado por Justin Peck, Dark Side of the Gym é o mais novo clipe do The National. A canção faz parte do ótimo Sleep Well Beast (2017), trabalho lançado há poucos meses e a passagem da banda norte-americana para a produção de um som marcado por referências eletrônicas e novas sonoridades.

 

The National – Dark Side of the Gym

Veja também:


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Send this to friend