The Pains Of Being Pure At Heart: “So True” (VÍDEO)

 

Do som ruidoso e artesanal que marca o primeiro álbum de estúdio do The Pains of Being Pure at Heart, pouco parece ter sobrevivido. Em um intervalo de apenas dez anos, o vocalista e líder Kip Berman fez do projeto nova-iorquino um curioso experimento, flutuando por entre gêneros, referências e diferentes décadas musicais. Um permanente desejo de mudança que se reflete nas canções do recém-lançado The Echo of Pleasure (2017, Painbow).

Quarto álbum de inéditas da banda, o sucessor do bom Days of Abandon, lançado em 2014, amplia a passagem de Berman pela música produzida no final dos anos 1980. Longe do pop-rock melódico de veteranos como The Smiths, o grupo nova-iorquino parte em busca de novas referências, provando de sintetizadores, temas eletrônicos e arranjos típicos de bandas como Pale Saints, The Sundays, Lush e outros tantos projetos que surgiram há mais de duas décadas. Leia o texto completo.

Uma das melhores composições do novo álbum de inéditas do The Pains Of Being Pure At Heart, So True, música assumida pela convidada Jen Goma, se transforma agora em clipe com direção de Nicola Saint-Marc.

 

The Pains Of Being Pure At Heart – So True


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Send this to friend