Thiago Corrêa: “A Solidão é o Fio”


Mais conhecido pelo trabalho como vocalista da banda mineira Transmissor — com quem lançou há quatro anos o excelente De Lá Não Ando Só (2014) —, o cantor, compositor e multi-instrumentista Thiago Corrêa está de volta para apresentar ao público o primeiro álbum de estúdio em carreira solo. São dez composições inéditas que definem o rico repertório de A Solidão é o Fio (2018), obra que transita por entre gêneros e reflete a versatilidade do artista.

Verdadeira colcha de retalhos criativos, A Solidão é o Fio costura uma série de composições produzidas pelo músico em um intervalo de mais de uma década de produção mas que acabaram ficando de fora ou incompatíveis com outros projetos em que Corrêa esteve envolvido, principalmente a Transmissor. São versos de amor, conflitos intimistas, medos e desilusões que orientam a experiência do ouvinte durante toda a execução da obra, proposta que se reflete até a derradeira Cerveja Preta.


Thiago Corrêa – A Solidão é o Fio