Tom Gangue: “Transiente”

 

Um dos projetos mais interessantes do novo rock carioca, a Tom Gangue apresenta ao público o primeiro álbum de estúdio da carreira. Intitulado Transiente (2018), o álbum que conta com produção assinada pelo mineiro Vitor Brauer (Lupe de Lupe) amplia de forma expressiva parte do material que vinha sendo testado pelo grupo durante o lançamento dos três primeiros EPs de inéditas da carreira, Pra Praticar (2015) e o pegajoso Grande Esperança (2016).

Formada por Bernardo Cunha (guitarra e voz), Daniel de Moraes (bateria), Fábio Baltar (guitarra)
Gabriel Otero (baixo), o quarteto do Rio de Janeiro aponta como principais influências o trabalho de artistas como Two Door Cinema Club, Arctic Monkeys, Bloc Party e demais representantes do rock britânico. Um rock leve, rápido e despretensioso, direcionamento explícito em músicas como Bem Mais, Dessa Vez e a direta Bem Estar.

 

Tom Gangue – Transiente